Amazonas Conteúdo & Informação Sem categoria

Marcelo Ramos e David Almeida: A desculpa de um, e a rebeldia do outro

Manaus | Amazonas (Sábado)

A eleição suplementar para governo do Amazonas está com as coligações definidas. Porém, neste processo, rebeldia, desculpas, e decepções já ganham protagonismo. Neste contexto, uns dão desculpas e outros dão rebeldia.

A desculpa

Marcelo Ramos está tendo dias difíceis, após a decisão de trair seu grupo político para se aliar ao seu histórico inimigo Eduardo Braga, Marcelo parece ter afundado no mar da rejeição (pesquisas poderão comprovar isso). Marcelo Ramos até que tentou justificar e escrever desculpas em seu perfil no Facebook, mas não conseguiu. As postagens foram tantas em reprovação pela sua aliança com Eduardo Braga, que Ramos parou de tentar dar desculpas. Marcelo na capital apresentava uma densidade eleitoral de 18 a 21% das intenções de votos, com certeza não vai carregar essas intenções, foi para o lado de Eduardo Braga sem levar nada. Braga por sua vez só o admitiu como seu vice por falta de opções, Braga tem sido um barco com alto risco de naufrágio, com tripulantes temerosos na viagem.

Marcelo fez uma verdadeira odisseia para conseguir ser candidato, bateu na porta de todos e falou com todos, sem sucesso, uma manobra de desespero que só fez perder valor, após esta junção com Braga, difícil quem vai querer Marcelo Ramos, apontado como uma moeda de troca no acordo político de Alfredo e Eduardo. Marcelo já passou pelo PC do B, Serafim, Jose Melo, Alfredo Nascimento e agora se junta a Eduardo Braga.

A rebeldia

Bom, humilde e simples uma cartilha de marketing escrita por Jose Melo que foi copiada por David Almeida. David caiu no governo por uma manobra de cassação do seu padrinho político Jose Melo, do qual foi líder de governo. David, engavetou mais (CPI) do que qualquer outro presidente da ALE. Sendo assim, após assumir o governo, começou uma manobra de Bom, humilde e simples para ganhar prestígio e ser lançado a candidato pelo PSD. Com esta intenção, David começou a comprometer a economia do governo, gastou de maneira irresponsável, e nesta semana, fez coletiva de imprensa com discuso diferente, falou sobre a urgência de economizar. David Almeida pertence a um partido, segue um estatuto, porém, sua ambição de continuar no poder, fez David sucumbir a rebeldia e ao sentimento de vingança. Vai apoiar uma candidatura de outro partido com ajuda máquina pública, não foi candidato no PSD e não foi candidato em outro partido. Suas ações são sentimentos de remorso e vingança, transcrevendo assim uma falácia no discurso de Bom, humilde e simples.

esporte-arena-edilene-david

Redação

Redação

Redação

Equipe séria e compromissada com a veracidade da informação, assim como os princípios éticos e legais na produção de matérias jornalísticas e estudos com base em pesquisas confiáveis e fidedignas.

Add Comentário

Clique aqui para postar um comentário

%d blogueiros gostam disto: