Amazonas Economia Manaus

Economia | Mais de três mil carteiras de trabalho à espera dos proprietários na Setrab.

IMG-7673

Manaus | Terça-feira


Mais de três mil carteiras de trabalho estão à espera dos proprietários na Secretaria Estadual do Trabalho (Setrab). Os documentos começaram a ser arquivados no ano 2000, quando o Governo do Amazonas e o Ministério do Trabalho fizeram uma parceria para agilizar a entrega das carteiras aos trabalhadores.

A cada ano, aumenta o número de carteiras solicitadas e que não são retiradas pelos proprietários. Neste ano, até o dia 18 de dezembro, foram emitidos 12.110 documentos, sendo que 632 não foram retirados.

O secretário do Trabalho, Dallas Filho, explica que as carteiras “abandonadas” não podem ser destruídas ou devolvidas ao Ministério do Trabalho. “São documentos que só podem ser retirados pelos proprietários”, afirmou o secretário.

Arquivo – Devido o acúmulo das carteiras e de documentos dos trabalhadores, o arquivo da Setrab foi transferido para uma sala maior. O local funciona no prédio recém reformado da secretaria do Trabalho, na avenida Joaquim Nabuco, Centro de Manaus.

Impedimento – O secretário acrescenta que enquanto as carteiras “abandonadas” não forem retiradas, os proprietários não podem solicitar a segunda via do documento. “Isso significa que essas pessoas, ao arrumar um emprego, não terão os benefícios garantidos pela Carteira de Trabalho, pois o documento encontra-se arquivado na Setrab”, explicou.

Lista será divulgada – A secretaria do Trabalho está preparando a lista com o nome das pessoas que estão com a Carteira de Trabalho arquivada. A lista será divulgada na próxima semana e tem o objetivo de agilizar a entrega dos documentos aos trabalhadores.

“Estamos telefonando para os trabalhadores buscarem suas carteiras, mas após vários anos, os números de telefone não existem mais”, ressaltou Dallas Filho.

Os interessados em recebem o documento podem procurar o Sine-AM na avenida Joaquim Nabuco, Centro, de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h.

IMG-7672
Fonte: Secom
Redação Por Natália Dantas

Siga-nos

Parceiros