Policial

Policial | Grupo é preso com armas de fogo, munições e porções de drogas em invasão na Zona Norte de Manaus

Manaus | Terça-feira 30-10

Uma quadrilha de traficantes foi presa em flagrante na manhã desta segunda-feira (29) por sequestro e cárcere privado, porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e tráfico de drogas. Os homens foram identificados como Adriano da Silva Neves, de 21 anos, Alex Júnior da Silva Galvão, de 22 anos, Antônio Carlos Pereira de Souza, de 29 anos, Emerson de Souza Ferreira, de 20 anos, Igson Ramos da Silva, de 20 anos, conhecido como “Pipoca”, Juarez Paulo Dantas Josino, de 20 anos, Marcelo de Santos Souza, de 19 anos e Thiago Pedroza Vieira, de 25 anos.

Com eles foram encontrados duas armas de fogo, oito munições, porções de maconha do tipo skunk e oxi, além de outros materiais. De acordo com informações do delegado e titular do 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Jeff David Mac Donald, na coletiva de imprensa, as investigações em torno do caso tiveram inicio após uma mulher de 34 anos comparecer na manhã desta segunda-feira (29) no prédio do 6º DIP registrando uma ocorrência de furto, informando que foi abordada por um homem que roubou sem celular e em seguida fugiu. O crime aconteceu em frente à sua residência, no loteamento Campo Dourado, no bairro Cidade Nova, localizado na Zona Norte da capital.

 “A partir disso, a nossa equipe de investigação foi designada para realizar os levantamentos prévios. Nesse ínterim, a vítima postou na rede social dela quem seria o suposto autor do furto. Ao longo das diligências, recebemos a informação e uma foto de uma mulher que estaria sendo mantida em cárcere privado na invasão Novo Milênio, na zona norte, e que ela seria a companheira do autor do furto. Com isso, verificamos que essa invasão era uma área de difícil acesso então solicitamos apoio da equipe da Seaop”, explicou Mac Donald. 

Ao longo da coletiva, o secretário da Seaop, delegado Guilherme Torres, informou que após tomar conhecimento do caso, a equipe iniciou as diligências. “Acionamos toda a equipe. Fizemos uma ação rápida e cirúrgica. No entanto, como aquela área é de difícil acesso, constatamos que estava sendo dominada pelo tráfico de drogas. Por esse motivo, quando os elementos avisaram a polícia adentrando àquela área, eles liberaram a vítima. Mesmo assim, conseguimos dividir as equipes de tal modo que foi cercado tudo. Dessa forma, conseguimos prender esses oito infratores”, disse. 

As equipes apreenderam dois revólveres calibre 38, oito munições de calibre 38, uma porção grande de maconha do tipo skunk, duas porções médias e quatro porções pequenas da mesma substância. trouxinhas de oxi e maconha do tipo skunk, além de R$ 174 em espécie, dois aparelhos celulares, um taco de baseball, a corda utilizada para manter a mulher amarrada em cárcere privado e uma balança de precisão.

A quadrilha foi autuada em flagrante por sequestro e cárcere privado, porte ilegal de arma de fogo de uso restrito, tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas. Ao término dos procedimentos cabíveis no 6º DIP, eles serão encaminhados para a audiência de custódia.

Com informações da Assessoria de Imprensa da Polícia Civil do Estado do Amazonas.

Redação por Ana Flávia Oliveira.

Foto: divulgação.