Conteúdo & Informação Política no Brasil

Política | Discussão entre Joice Halssemann e Eduardo Bolsonaro é vazada, PSL vive uma guerra de poder

Manaus | 7 de Dezembro de 2018 (Sexta-feira)


A discussão feita entre a deputada federal eleita, Joice Halssemann (PSL/SP) e o filho do presidente eleito Jair Bolsonaro, Eduardo Bolsonaro, em um grupo intitulado “Bancada PSL 2019”, por um aplicativo de mensagens instantâneas, foi divulgada em uma reportagem  pelo jornal O Globo, na noite da última quinta-feira (6).

A discussão teria acontecido na madrugada e iniciou com Joice Halssemann trocando mensagens deselegantes ao deputado federal e senador eleito, Major Olímpio. Ambos são do PSL-SP e apoiadores de Bolsonaro.

Foi então de Eduardo Bolsonaro entrou na discussão e revelou o plano do pai para influenciar na disputa pela presidência na Câmara. Afirmando aos dois que recebeu ordens do pai para conduzir as articulações nos bastidores da Câmara, para não “irritar” o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

“O PSL está fora das articulações? Estou fazendo o que com o líder do PR agora? Ocorre que eu não preciso e nem posso ficar falando aos quatro cantos o que ando fazendo por ordem do presidente. Se eu botar a cara publicamente, o Maia pode acelerar as pautas bombas do futuro governo. Por isso, quem tem feito mais essa parte é o delegado Waldir no plenário e o Onyx via líderes partidários”(sic), escreveu.

Ao que tudo indica, está acontecendo uma guerra  de poder dentro do PSL, cargos estão sendo disputados entre os integrantes. Eduardo ainda ressalta no grupo, que lamenta o fato que está acontecendo no partido.

“Vamos começar o ano já rachados, um olhando para o outro com desconfiança e os novos chegando cheios de dúvidas e incertezas graças a esse temor gratuito imputado nas suas cabeças” (sic).

Joice Hasselmann rebateu dizendo que Eduardo estaria sendo omisso nos debates do partido, sendo desinformado sobre o que está acontecendo e que age de forma infantil ao mandar “recadinhos no Twitter” em vez de conversar “olho no olho” com os colegas.

“Tentei conversar com você algumas vezes para te informar o que estava acontecendo e trabalharmos em conjunto. Ontem mesmo foi o caso. Mas você marca e some”, disparou. “Se quisermos ter 52 candidaturas podemos ter e decidimos no voto e no debate, não por recadinhos infantis via Twitter” (sic).

Fotos: Reprodução.

Redação por Portal Pontual.

Redação

Redação

Equipe séria e compromissada com a veracidade da informação, assim como os princípios éticos e legais na produção de matérias jornalísticas e estudos com base em pesquisas confiáveis e fidedignas.

Add Comentário

Clique aqui para postar um comentário

%d blogueiros gostam disto: