Amazonas Brasil Conteúdo & Informação Municípios AM

H1N1 | Devido aumento de casos, Governo e Prefeitura pedem ao Ministério da Saúde a antecipação de campanha de vacinação contra a gripe

Manaus | 26 de Fevereiro de 2019 (Terça-feira)


Devido ao aumento de casos de Gripe H1N1 na última semana, o Governo do Amazonas e a Prefeitura de Manaus, solicitaram ao Ministério da Saúde, a antecipação da campanha de vacinação contra a gripe (Influenza).

A campanha é nacional e ocorre uma vez ao ano, especificamente no mês de abril, o apelo busca que a vacinação seja antecipada para o mês de março. Como explicam os secretários de Saúde do Estado (Susam), Carlos Almeida, e do Município (Semsa), Marcelo Magaldi, durante uma entrevista coletiva, realizada na última segunda-feira (25).

De acordo com a Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), na última sexta-feira (22), o Laboratório Central (Lacen) confirmou que o agente etiológico de quatro óbitos por SRAG registrados no Estado era o vírus da Influenza H1N1. Nesse fim de semana, foram mais seis confirmações, sendo um deles positivo para o Vírus Sincicial Respiratório (VRS), que acomete crianças prematuras ou com có-morbidades.

A entrevista foi realizada na sede da Secretaria de Estado de Saúde, foram anunciadas as medidas que vêm sendo adotadas em conjunto para conter o surto de H1N1 e de outras Síndromes Respiratórias Agudas Graves (SRAG).

O Estado registrou, de janeiro para cá, 126 casos confirmados (122 em Manaus e 4 no interior) de SRAG. Desses, 27 são de Influenza, provocada pelo vírus H1N1 e dos quais dez evoluíram para óbito.

O vice-governador, Carlos Almeida, ressaltou que está em fase de criação o Comitê Estadual para Enfrentamento de H1N1, integrando todas as ações, para a antecipação da vacinação.

“Existe toda uma mobilização, tanto do prefeito Arthur Neto quanto do governador Wilson Lima, bem como de nossas áreas técnicas, junto ao Ministério da Saúde, para que possamos antecipar a campanha nacional aqui para o Estado. A campanha é sempre no mês de abril, mas como estamos registrando um aumento da gripe, além daquele que já é comum no período sazonal, é necessária que haja essa antecipação para março”, disse.

O secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi, destacou que, enquanto não se tem a vacina, a população deve se prevenir e ficar alerta aos sintomas para evitar a gripe, é necessário irem aos serviços de saúde, “A rede de saúde da prefeitura está preparada para atender aos casos de gripes e, em parceria com o governo estadual, vamos iniciar uma campanha de prevenção e orientação na mídia”, afirmou.

Para prevenir contra a gripe, recomenda-se a lavagem frequente das mãos antes de tocar em mucosas (olhos, boca e nariz) e após espirrar, o uso de lenços de papel (descartável) para proteger boca e nariz ao espirrar; uso de álcool gel; indivíduos doentes devem manter repouso, alimentação balanceada e ingestão de líquidos adequada, evitando contato com outras pessoas em ambientes fechados e aglomerados; evitar a exposição de menores de cinco anos ao clima chuvoso; manter ambientes bem ventilados; caso o indivíduo apresente febre, tosse, dor de garganta, falta de ar ou qualquer outro sintoma associado, deve procurar o serviço de saúde para melhor avaliação.

A Susam informa que reforçou as unidades com o antiviral e toda a rede de saúde da capital e do interior está abastecida, bem como definiu um fluxo para atendimento e internação de casos graves. A Prefeitura de Manaus anunciou que ampliou a dispensação do medicamento para 23 unidades básicas de saúde e para uso em todas as suas unidades. De acordo com a diretora do Departamento de Vigilância Ambiental da Semsa, enfermeira Marinélia Ferreira, a medicação só pode ser prescrita com avaliação médica. “Diante dos sintomas, deve-se procurar um profissional para ser avaliado”, aconselhou.

Nesta segunda-feira, foram enviadas equipes da FVS para os municípios de Manacapuru, onde teve dois casos confirmados de H1N1, além de Parintins e Itacoatiara, com um caso em cada. Também foi realizada reunião com os secretários municipais de saúde e uma equipe do Ministério da Saúde irá apoiar os trabalhos de campo, a partir dessa semana, nas investigações e busca ativa de casos.

Saiba quais são os sinais e sintomas da (influenza) gripe:

É considerada uma infecção viral aguda que afeta o sistema respiratório, caracterizada por febre alta de início súbito, acompanhado por intensas dores musculares e articulares, dor de cabeça, dor de garganta e coriza.

Os sintomas podem evoluir para falta de ar e outras complicações respiratórias. As pessoas que possuem algum fator de risco para complicações ou alguma imunodeficiência – possuem um risco maior e podem apresentar complicações respiratórias associadas à infecção viral.

A gripe é transmitida pessoa a pessoa, ao falar, tossir, espirrar, principalmente, e pelas mãos que transmitem o vírus por contato direto ou contaminando superfície e objetos.

 

Confira as Unidades Básicas de referência das síndromes gripais:

 

LESTE

 

UBS LEONOR BRILHANTE – AV. AUTAZ MIRIM, 8004, BAIRRO TANCREDO NEVES

UBS AMAZONAS PALHANO – RUA ANTONIO MATIAS, BAIRRO SÃO JOSÉ

UBS ALFREDO CAMPOS – AV. COSME FERREIRA, ZUMBI

UBS GEBES MEDEIROS – AV. PIRARUCU, 100, JORGE TEIXEIRA

UBS IVONE LIMA – R. LUIS CORRENTE – 449-631, COROADO

 

NORTE

 

UBS AUGIAS GADELHA – RUA A, Nº 17, CIDADE NOVA

UBS SÁLVIO BELOTA – RUA JOÃO MONTE FUSCO, SANTA ETELVINA

UBS JOSÉ FIGLIOULO – RUA RIO ARINOS, S/N – CONJ RESIDENCIAL VIVER MELHOR, LAGO AZUL

UBS BALBINA MESTRINHO – RUA MAJ. SILVERIO J. NERY (RUA 170), NÚCLEO III , CIDADE NOVA

 

OESTE

 

UBS LEONOR DE FREITAS – AV. BRASIL, COMPENSA

UBS DEODATO M. LEÃO – AV. PRES. DUTRA, GLÓRIA

 

SUL

 

UBS DR. JOSÉ RAYOL – AV. CONSTANTINO NERY, CHAPADA

UBS MORRO DA LIBERDADE – RUA DONA MIMI (RUA SÃO BENEDITO), S/N, MORRO DA LIBERDADE

UBS NILTON LINS – COMPLEXO NILTON LINS – PARQUE DAS LARANJEIRAS

 

RURAL

 

UBS FLUVIAL DR. ANTÔNIO LEVINO

UBS FLUVIAL DR. NEY LACERDA

UBS ADA VIANA RODRIGUES – COM. NOVA CANAA (BR 174 R-10)

UBS PAU ROSA (R-41 R-42) RAMAL DO PAU-ROSA, ENTRADA DO KM 21, ASSENTAMENTO TARUMA-MIRIM – BR 174;

UBS SÃO PEDRO – COMUNIDADE BOM JESUS – AM 010 KM 25 E ADJACÊNCIAS;

UBS EPHIGENIO SALES (R-34) RAMAL ÁGUA BRANCA II, KM 45, RODOVIA AM-010;

UBS NOSSA SENHORA AUXILIADORA – COMUNIDADE N. S. AUXILIADORA – TARUMÃ MIRIM;

UBS NOSSA SENHORA DE FÁTIMA – COMUNIDADE N. S. DE FÁTIMA – TARUMÃ MIRIM;

UBS NOSSA SENHORA LIVRAMENTO – COMUNIDADE N. S. DO LIVRAMENTO – TARUMÃ MIRIM.

 

Fotos: Alex Pazuello / Semcom.

Fonte: Com informação da Assessoria.

Redação por Ana Flávia Oliveira.