Brasil Conteúdo & Informação Pesquisa & Publicações Política no Brasil

Pesquisa | Moro apresenta mais aprovação que Bolsonaro e governo continua com rejeição pelos brasileiros, segundo Atlas Político

Manaus | 04 de Abril de 2019 (Quinta-feira)


Uma pesquisa feita pelo Atlas Político, feito com 2.000 pessoas entre os dias 01 e 02 de Abril, apresentou uma queda de aprovação do governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL). Os números indicam que há um “triplo empate”.

O empate fica entre os que consideram a gestão de Bolsonaro boa ou excelente, com 30,5%, os que acham regular, 32,4% e os que consideram o governo ruim ou péssimo com 31,2%. Mostrando que os que estão “do lado” de Bolsonaro estão por último dos grupos que acham regular ou simplesmente não aprovam a gestão do atual presidente.

Se for comparado com a pesquisa feita no mês passado, Bolsonaro aparecia com 38,7% de ótimo/excelente, 29,6% regular e 22,5% ruim/péssimo. Apresentando uma grande mudança.

A pesquisa, feita com entrevistados recrutados pela Internet e com dois pontos percentuais na margem de erro, mostra que nem todos foram afetados pelo começo pouco embalado da gestão Bolsonaro.

Além disso, o ministro da Justiça, Sergio Moro, apresenta uma aprovação que ultrapassa a de Bolsonaro, sendo 61,5% dos entrevistados tem uma imagem positiva do ex-juiz da Operação Lava Jato, enquanto que 49,5% tem imagem positiva de Bolsonaro.

O cientista político Andrei Roman, diretor do Atlas Político, explica que isso se deve pois Moro está possuindo uma posição mais aceitável para a população, diferente de Bolsonaro, que aos poucos vem mostrando a realidade que muitos esperavam durante a sua campanha.

“Acredito que a postura de Moro vem sendo mais formal e adequada ao cargo, enquanto que o presidente tem uma postura menos adequada e não entrega as expectativas de mudança imediata que ele criou durante a campanha”, explica Roman.

Porte de Armas

Além disso, a pesquisa também abordou sobre o porte de armas, um dos temas mais falados pelo presidente durante sua campanha e também sendo discutida atualmente, os números mostram que 50,7% dos entrevistados são contra a ampliação do porte de armas, enquanto 41,6% são a favor, “O que aconteceu em Suzano pode ter influenciado”, explica Roman.

Reforma da Previdência

Sobre o assunto da Reforma da Previdência, há uma divisão entre o público entrevistado, 45,7% são contra as mudanças propostas pela equipe do ministro da Economia Paulo Guedes, enquanto que 43,9% são favoráveis.

Fotos da Matéria: Atlas Político.

Foto de Capa: Reprodução/ Veja.

Fonte: Atlas Político.

Redação por Ana Flávia Oliveira.