Amazonas Brasil Conteúdo & Informação Política no Brasil

ZFM | Deputado Pablo apoiador de Bolsonaro ficou em “silêncio” sobre declarações de Paulo Guedes

Manaus | 19 de Abril de 2019 (Sexta-feira)


O ministro da Economia, Paulo Guedes, revelou durante uma entrevista à Globo News nesta semana após ser questionado sobre a Zona Franca de Manaus, que não pretende “mexer” com ela e que “deve seguir o jogo” em caso de perda de competitividade do modelo.

“A Zona Franca de Manaus segue o jogo. Olha que coisa linda que você está dizendo. Você está dizendo assim: se vai mexer na Zona Franca de Manaus? Não. Não vou mexer na zona franca de Manaus, se está na constituição está lá. Agora, e se os impostos caíssem todos para zero? Eu não mexi na Zona Franca de Manaus”, respondeu Paulo Guedes.

“Eu não economizei 25 bilhões, eu simplifiquei. Quer dizer agora que o Brasil não pode ficar mais eficiente? […] Então quer dizer que eu tenho que deixar o Brasil bem ferrado, bem desarrumado, porque, senão, não tem vantagens para Manaus?”, completou o ministro.

A declaração de Guedes não foi bem aceita pelos políticos amazonenses, a maioria se posicionou contra a fala do ministro, menos um, o Delegado Pablo que até o momento não se manifestou contra Guedes, e como um dos maiores apoiadores do presidente Jair Bolsonaro durante sua campanha, Pablo se manteve em silêncio como “um bom menino deve fazer”.

Diferente do senador Omar Aziz, ao tomar ciência do assunto durante uma entrevista na última quinta-feira (18) à rádio Tiradentes de Manaus, respondeu a declaração infeliz de Guedes, chamando-o de “anti-republicano” e que ele “não possui compromisso com o Brasil” e sim, com os banqueiros.

“É um momento terrível. É um pensamento de não brasileiro, de não republicano. O Paulo Guedes tinha que trabalhar mais e falar menos. É um ministro que fala toda hora, gosta de conversar. Tem um papo que convence aos parceiros banqueiros dele, mas não convence a população. Nossa economia nos últimos 3 meses caiu e não gerou emprego até agora”, afirmou o senador à radio.

O deputado Sidney Leite também se manifestou contra a fala absurda de Guedes, afirmando por meio de nota, “não vamos permitir, vamos lutar, em grupo e nas comissões às quais participamos como membros, na defesa do nosso polo industrial”.

O senador Eduardo Braga, em sua conta no Twitter, também reagiu sobre a fala de Paulo Guedes, convidando o ministro para um desafio, um debate aberto sobre a Zona Franca de Manaus.

“Não, ministro Paulo Guedes!!!! Assegurar as vantagens comparativas da ZFM não significa “ferrar” o Brasil. Proteger um dos mais bem-sucedidos programas de preservação ambiental do mundo representa, sim, resguardar a vida de milhões de cidadãos e as futuras gerações.” Disse. “Nós, amazônidas, lançamos ao senhor um desafio: nos chame para um debate aberto e aprenda conosco a fazer a economia crescer sem colocar em risco esse patrimônio que, por incrível que pareça, também é seu.” Completou Braga.

O deputado federal, Capitão Alberto Neto, também fez o uso das redes sociais, mostrando estar muito decepcionado, “Dizer que vai reduzir os impostos em zero, é uma utopia!!! Se isso acontecer, a Amazônia não vai ter mais proteção, porque vão fazer uso madeireiro e de mineração. Será uma tragédia para o país, o Brasil vai sofrer de forma internacional”, lamentou.

Foto: Reprodução.

Redação por Portal Pontual.

Redação

Redação

Equipe séria e compromissada com a veracidade da informação, assim como os princípios éticos e legais na produção de matérias jornalísticas e estudos com base em pesquisas confiáveis e fidedignas.

Add Comentário

Clique aqui para postar um comentário

%d blogueiros gostam disto: