Brasil Conteúdo & Informação

Educação | Contingenciamento a universidades atinge até 54% de verbas discricionárias, segundo Andifes

Manaus | 17 de Maio de 2019 (Sexta-feira)


Na última quinta-feira (16), a Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) apresentou um Painel de Cortes, informando os dados sobre o bloqueio de verbas nas universidades.

Segundo os dados fornecidos, o chamado “contingenciamento” atinge até 53,96% dos recursos discricionários, ou seja, recursos não obrigatórios.

Se for considerar as 70 instituições de ensino superior, os números mostram que, em média, 29,74% do orçamento discricionário está contingenciado. Em 34 instituições, ou seja, cerca da metade, o bloqueio da verba não obrigatória foi superior a 30%.

Segundo o Ministério da Educação (MEC), a ação foi feita de maneira linear em todas as instituições, porém, a Andifes apresenta que essa verba pode representar mais ou menos dentro do orçamento de cada uma das instituições, que contam ainda com outros recursos, como as verbas próprias e emendas parlamentares.

De acordo com o presidente da Andifes, Reinaldo Centoducatte, esses recursos são utilizados para o pagamento de energia elétrica e vigilância, que comprometem a maior parte dessas despesas. Além disso, são usados para pagar serviços de limpeza, manutenção predial e de equipamentos, conta de luz e telefone.

“Qualquer tipo de redução de serviço compromete o desenvolvimento do potencial tecnológico e de pesquisa que as universidades têm”, defende a reitora da Universidade Federal do Rio Grande, Cleuza Sobral, que é segunda suplente da Andifes.

O Painel de Cortes apresenta que a instituição com a maior porcentagem contingenciada foi a Universidade Federal do Sul da Bahia, com 53,96%. Na outra ponta, o menor bloqueio em relação ao orçamento discricionário total foi da Universidade Federal de Juiz de Fora, de 15,82%.

Foto:Marcos Oliveira/ Agência Senado.

Fonte: Agência Brasil.

Redação por Ana Flávia Oliveira.

Redação

Redação

Equipe séria e compromissada com a veracidade da informação, assim como os princípios éticos e legais na produção de matérias jornalísticas e estudos com base em pesquisas confiáveis e fidedignas.

Add Comentário

Clique aqui para postar um comentário

%d blogueiros gostam disto: