Conteúdo & Informação Mundo Policial

Abuso | Após aplicar dose extra de morfina médico se masturba e ejacula em rosto de paciente durante exame, nos EUA

Manaus | 11 de Julho de 2019 (Quinta-feira)


O médico identificado como David Newman é acusado de ter ejaculado no rosto de uma paciente de 22 anos, após ter aplicado uma dose extra de morfina. O caso ocorreu no Hospital Mount Sinai, em Nova York, Estados Unidos. A identidade da jovem foi preservada.

A paciente relatou que chegou ao hospital com dores no ombro direito, sendo encaminhada para um quarto privado onde recebeu as medicações para dor e inflamação, e mesmo após ser medicada, a mesma alegou que as dores não passaram, foi então que a enfermeira aplicou uma dose de morfina.

O médico Newman chegou logo em seguida enquanto a moça estava na sala de raio-x.

Na conversa com o médico, a jovem relata as dores e que recebeu da enfermeira uma dose de morfina, mas sentiu um ‘formigamento’ no braço e notou que Newman lhe deu outra dose do medicamento.

Mesmo com o efeito do remédio, a jovem permanecia consciente e afirma durante o relato que Newman acariciou os seios e que ouvia o som do mesmo “se masturbando” próximo a ela, quando sentiu o sêmen no rosto.

Após o fim do ato, o médico usou um cobertor para limpar a jovem e como ela não conseguia se mover nem falar devido ao efeito do medicamento, o homem saiu da sala. O material foi recolhido pela perícia e será analisado.

Foto: Reprodução.

Fonte: FA Notícias.

Redação por Portal Pontual.