Policial & Dia a Dia

Bomba | Vereador apoiador de Bolsonaro é preso por chefiar milícia na Baixada Fluminense

Manaus | 18 de Julho de 2019 (Quinta-feira)


O ex-secretário de Defesa Civil de Queimados e vereador, Davi Brasil (Avante), de 52 anos, foi preso na última quinta-feira (17), durante a Operação Hunter, suspeito de chefiar uma milícia no município da Baixada Fluminense.

O que mais chorou no caso, é que o político que também é PM reformado, era um usuário assíduo nas redes sociais e publicava mensagens de apoio ao presidente Jair Bolsonaro (PSL), do ministro da Justiça, Sergio Moro, e do governador Wilson Wtizel (PSC), além de criticar excessivamente o ex-presidente Lula.

Uma das publicações do político falava em libertar o país das péssimas gestões dos políticos, afirmando que sinhá com um “Brasil livre das falcatruas e atrocidades que os maus políticos fazem com o nosso povo”.

Durante sua trajetória, Davi alega nas redes sociais que já trabalhou como ajudante de pedreiro, porteiro, repositor de supermercado, vigilante bancário e na Comlurb e Guarda Municipal até ser eleito com 1.560 votos nas eleições de 2016, atualmente cumprindo o segundo mandato de vereador em Queimados.

Confira algumas postagens do vereador:

Fotos: Reprodução/ Internet.

Fonte: O Dia.

Redação por Portal Pontual.

Eric Barbosa

Eric Barbosa

Mestrado em Saúde Sociedade e Endemias na Amazônia na área de concentração de Epidemiologia de Agravos e Prevalentes na Amazônia pelo Instituto Leônidas e Maria Deane (ILMD/FIOCRUZ), Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e Universidade Federal do Pará (UFPA) (2013). Tem experiência em pesquisa na área de Epidemiologia, Saúde Coletiva com ênfase em Saúde Pública, Avaliação de Serviço em Saúde e Saúde Baseada em Evidências, desenvolvendo estudos nos temas: Tuberculose, Resistência aos fármacos, Tuberculose Multirresistente, Coinfecção TB/HIV.

Entre em contato

Para nós do Portal Pontual, sua opinião vale muito!

Publicidade