Policial & Dia a Dia

“O amor suporta tudo” | Mulher é presa por matar o marido para ficar com seguro de vida dele!

Manaus | 20 de Setembro de 2019 (Sexta-feira)


Uma mulher identificada como Adriana Simora Heuller, de 38 anos, foi presa por ter matado o próprio marido identificado Márcio Wagner de Jesus, de 48 anos. O motivo do crime seria para ela ficar com o todo o dinheiro do seguro de vida e verbas trabalhistas dele. O casal estava junto há dois anos.

O corpo da vítima não apresentava sinais de agressão e foi encontrado na rodovia Audifax Barcelos.

O crime aconteceu no dia 30 de maio, no bairro Costa Dourada, região da Grande Jacaraípe, na Serra, Adriana foi presa no dia 12 de setembro, mas a polícia só divulgou o caso na última quinta-feira (19).

De acordo com o delegado Daniel Fortes, a família de Márcio aponta que Adriana planejou e executou todo o crime com o objetivo de conquistar “um seguro de vida e verbas trabalhistas que o Márcio tinha direito pelo fato de ele trabalhar no porto em Vila Velha”.

Após o encontro do corpo de Márcio, Adriana reconheceu que se tratava de seu marido e logo depois disso, fugiu.

“Depois disso a Adriana sumiu do município de Serra, não atendeu mais o telefone, então nós começamos a procurar em diversos municípios. Conseguimos encontrá-la no dia 12 de setembro, no município de Cariacica”, relatou o delegado.

Devido ao seu desaparecimento, a polícia conseguiu uma autorização na Justiça para entrar na residência em que o casal morava e lá, viram que Adriana ainda tentou esconder algumas partes do crime.

Objetos estavam revirados e trocados de lugar, além disso, uma cama teria sido queimada pela mulher. A Perícia realizou exames que constataram a presença de sangue de três pessoas diferentes.

“Através de reativo que a gente usa para detectar sangue oculto, a gente encontrou manchas projetadas dentro dos quartos, na casa onde a vítima morava”, contou o perito criminal Onézio Barbosa Júnior.

“Nós acreditamos na participação de uma outra pessoa, que foi identificada através do exame de DNA da Polícia Civil, mas ainda não conseguimos confirmar quem é essa pessoa que ajudou a Adriana no homicídio”, falou o delegado Daniel.

As investigações devem continuar para encontrar o terceiro participante do crime, agora, Adriana já está em uma unidade prisional em Grande Vitória.

Foto: Reprodução.

Fonte: FA Notícias.

Redação por Ana Flávia Oliveira.

Eric Barbosa

Eric Barbosa

Mestrado em Saúde Sociedade e Endemias na Amazônia na área de concentração de Epidemiologia de Agravos e Prevalentes na Amazônia pelo Instituto Leônidas e Maria Deane (ILMD/FIOCRUZ), Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e Universidade Federal do Pará (UFPA) (2013). Tem experiência em pesquisa na área de Epidemiologia, Saúde Coletiva com ênfase em Saúde Pública, Avaliação de Serviço em Saúde e Saúde Baseada em Evidências, desenvolvendo estudos nos temas: Tuberculose, Resistência aos fármacos, Tuberculose Multirresistente, Coinfecção TB/HIV.

Entre em contato

Para nós do Portal Pontual, sua opinião vale muito!

Publicidade