Policial & Dia a Dia

Brasil | Segundo estimativa da PF, prisão de Lula pode ter custado mais de R$ 5,8 milhões

Manaus | 9 de Novembro de 2019 (Sábado)

Na última sexta-feira (8), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi solto, após o Supremo Tribunal Federal (STF) derrubar o cumprimento de pena de réus condenados em segunda instância. Saiba mais informações clicando aqui.

Após essa decisão, a defesa de Lula entrou com um pedido de libertação, que foi atendido pelo juiz federal Danilo Pereira Júnior, da 12ª Vara Federal de Curitiba.

Lula cumpria pena pelo processo da Operação Lava Jato, ligado ao caso do tríplex do Guarujá (SP), onde foi condenado a 8 anos, 10 meses e 20 dias de prisão pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ).

O ex-presidente ficou preso em uma dependência de 15 metros quadrados no último andar do prédio da Superintendência. Inicialmente, o local servia como um dormitório para policiais que acabou sendo adaptado com duas mesas, banheiro e cama.

No ano anterior, a Polícia Federal de Curitiba informou à Justiça que a prisão de Lula custava em torno de 300.000 reais por mês. Se for analisar o tempo que o ex-presidente ficou preso, por 580 dias, o gasto chega a 5,8 milhões de reais.

O valor é voltado também além dos gastos com diárias, passagens de servidores para fazer a segurança do prédio como também o deslocamento dos mesmos.

Foto: Poder 360/Reprodução.

Fonte: Veja.

Eric Barbosa

Eric Barbosa

Mestrado em Saúde Sociedade e Endemias na Amazônia na área de concentração de Epidemiologia de Agravos e Prevalentes na Amazônia pelo Instituto Leônidas e Maria Deane (ILMD/FIOCRUZ), Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e Universidade Federal do Pará (UFPA) (2013). Tem experiência em pesquisa na área de Epidemiologia, Saúde Coletiva com ênfase em Saúde Pública, Avaliação de Serviço em Saúde e Saúde Baseada em Evidências, desenvolvendo estudos nos temas: Tuberculose, Resistência aos fármacos, Tuberculose Multirresistente, Coinfecção TB/HIV.

Entre em contato

Para nós do Portal Pontual, sua opinião vale muito!

Publicidade