sexta-feira, julho 12, 2024
HomeAmazonasFiocruz/AM realiza estudo para caracterizar o perfil epidemiológico da filariose

Fiocruz/AM realiza estudo para caracterizar o perfil epidemiológico da filariose

Publicado em

Artigo Relacionado

Casa das Artes: Exposições celebram a diversidade cultural e artística

Nesta sexta-feira (12/07), às 18h30, a Casa das Artes, localizada na rua José Clemente,...

Um estudo está sendo desenvolvido na região do Alto Solimões, na Triplice Fronteira amazônica, com o intuito de caracterizar o perfil epidemiológico da filariose.

O público alvo da pesquisa do Instituto  Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) são as comunidades ribeirinhas e indígenas de diferentes etnias presentes em municípios da região e em territórios na Colômbia, próximos da fronteira, onde é frequente a presença de microfilárias no sangue na população.

Todo esse trabalho é desenvolvido pelo Núcleo de Patógenos, Reservatórios e Vetores na Amazônia – PreV Amazônia, do Laboratório Ecologia de Doenças Transmissíveis na Amazônia (EDTA), da Fiocruz Amazônia, com apoio do Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) do Alto Solimões e Secretaria Municipal de Saúde das Prefeituras de Tabatinga e Benjamin Constant.

Desenvolvimento da pesquisa

Para obter resultados, são coletadas amostras sanguíneas de pacientes com suspeita da doença; coleta de vetores da doença ( os mosquistos ); e por último o levantamento do perfil clínico-epidemiológico dos pacientes.

O coordenador do PReV Amazônia da Fiocruz Amazônia, Sérgio Luiz Bessa Luz, e o pesquisador José Joaquín Carvajal Córtes explicam que as atividades foram desenvolvidas junto com o pesquisador da Universidade de São Paulo (USP) Marcelo Urbano.

 Pesquisador Sérgio Luiz Bessa Luz

 

Além disso, o trabalho conta com o apoio de grupo de estudantes e egressos do mestrado do programa PPGVIDA e PPGBIO e uma estudante do Vigifronteiras da Colômbia, onde estão sendo desenvolvidas atividades de campo.

Nos municípios de Tabatinga, Lábrea e São Gabriel da Cachoeira foram  registrados casos de filariose por Mansonella. No Peru e na Colômbia, a doença está sendo prevalente também em cidades como Caballococha (Loreto, Peru) e Puerto Narino (Amazonas, Colômbia).

A preocupação maior dos pesquisadores é que desde 2015 já foram registrados 7.500 casos da doença.

O componente entomológico do projeto visa identificar as espécies de insetos com presença de filárias. A parte clínica, desenvolvida pelo médico Marcelo Urbano, se encarregará do estudo clínico que ainda tem suas lacunas, assim como realizará aplicação de questionários para verificar possíveis associações entre conhecimentos e práticas da população que possam oferecer indícios sobre o comportamento da filariose por Mansonelose na Amazônia.

Ainda, serão realizados atendimentos em pacientes positivos para a doença, pois como nas comunidades ribeirinhas e indígenas os indivíduos adoecem e não tem o tratamento adequado, acabam nunca melhorando.

 

Texto: da redação.

Fotos: divulgação. 

Ilustração: Neto Ribeiro/ Portal Pontual. 

Últimos Artigos

Casa das Artes: Exposições celebram a diversidade cultural e artística

Nesta sexta-feira (12/07), às 18h30, a Casa das Artes, localizada na rua José Clemente,...

Ibama e Funai renovam parceria de atuação das Brigadas Federais em Terras Indígenas

O Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), juntamente com...

Seminário na UEA debate foco em soluções tecnológicas para o mercado de defesa

Com a missão de proporcionar a criação de novas ideias e perspectivas, oferecendo um...

Festival de Parintins 2024: Boi Caprichoso celebra tricampeonato histórico no Sambódromo de Manaus

Em noite de celebração histórica no sambódromo de Manaus, o Boi Caprichoso comemorou seu...

Eric Lima

Criador do Portal Pontual

Mestrado em Saúde, Sociedade e Endemias na área de concentração de Epidemiologia de Agravos e Prevalentes na Amazônia pelo instituto Leônidas e Maria Deane (ILMD/FIOCRUZ), Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e Universidade Federal do Pará (UFPA - 2013). Tem experiência em pesquisa na área de Epidemiologia, Saúde Coletiva com ênfase em Saúde Pública, Avaliação de Serviço em Saúde e Saúde Baseada em Evidências, desenvolvendo estudos nos temas: Tuberculose, Resistência aos fármacos, Tuberculose Multirresistente, Coinfecção TB/HIV.

Mais artigos como este

Casa das Artes: Exposições celebram a diversidade cultural e artística

Nesta sexta-feira (12/07), às 18h30, a Casa das Artes, localizada na rua José Clemente,...

Ibama e Funai renovam parceria de atuação das Brigadas Federais em Terras Indígenas

O Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), juntamente com...

Seminário na UEA debate foco em soluções tecnológicas para o mercado de defesa

Com a missão de proporcionar a criação de novas ideias e perspectivas, oferecendo um...