quarta-feira, maio 29, 2024
HomeAmazonasGoverno do AM apoia desenvolvimento de software para acompanhamento neurológico infantil

Governo do AM apoia desenvolvimento de software para acompanhamento neurológico infantil

Publicado em

Artigo Relacionado

Tefeense vence luta na 126ª edição do Jungle Fight

Elora Dana, lutadora natural de Tefé (interior do Amazonas), foi campeã da 126ª edição...

O Governo do Amazonas, através da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (FAPEAM), está apoiando o desenvolvimento de um software que permite gerar pontuações automáticas da avaliação neurológica, facilitar o acompanhamento do desenvolvimento infantil e gerar relatórios, com informações sobre a predição de risco de paralisia cerebral em bebês de 3 a 24 meses de idade.

O software, direcionado à utilização em sistema de saúde pública ( chamado “e-HINE”), surgiu do estudo intitulado “Desenvolvimento de Software para implementação do Exame Neurológico Infantil de Hammersmith (HINE) em programas de Follow-Up de bebês de alto risco: Modelo de atendimento infantil à atenção básica”, coordenado pela fisioterapeuta e doutora em Biotecnologia Ayrles Mendonça, da Universidade Federal do Amazonas (Ufam).

A pesquisadora ressalta que o software se encontra na versão experimental, ainda devendo passar para os ensaios de usabilidade percebida por profissionais de saúde (com nível superior), que trabalham no acompanhamento do crescimento e desenvolvimento infantil (follow-up).

Etapas do projeto

O estudo foi planejado para execução em duas etapas. A primeira focou no desenvolvimento do software, com integração entre tarefas da equipe de saúde e de tecnologia.

E a segunda prevê a aplicação do software no cenário de prática dos profissionais de saúde, utilizando o sistema para responder a questionamentos relacionados ao uso e utilização do HINE no acompanhamento do desenvolvimento infantil.

E-HINE 

O sistema poderá ser utilizado em programas de follow-up, prioritariamente, vinculado à atenção primária à saúde. Esse programas de follow-up visam realizar o monitoramento e acompanhamento do crescimento e desenvolvimento infantil de crianças até aproximadamente 3 anos de idade, identificando possíveis anormalidades, deficiências ou atipicidades.

Ayrles Mendonça ainda explicou que o e-HINE permite o registro de dados clínicos gerais e cálculos de idade e idade corrigida (caso exista a prematuridade).

“Após a avaliação inicial dos dados gerais, o e-HINE transporta o usuário para a aba de aplicação do HINE, na forma digital, em que serão avaliados quesitos sobre o exame neurológico, marcos motores e comportamento”, afirmou a coordenadora.

O objetivo é que o programa possa ser implementado nos ambulatórios de segmento (acompanhamento infantil), como prática rotineira para identificação precoce de risco de paralisia cerebral. Logo, para que isso seja alcançado, a pesquisadora explica que as tratativas com a Secretaria Municipal de Saúde já foram realizadas e assim que o software estiver finalizado, a plataforma será disponibilizada de forma gratuita.

 

Isabelle Garantizado para Portal Pontual, com informações da FAPEAM.

Fotos: Nathalie Brasil (Decon/Fapeam); divulgação.

 

 

Últimos Artigos

Tefeense vence luta na 126ª edição do Jungle Fight

Elora Dana, lutadora natural de Tefé (interior do Amazonas), foi campeã da 126ª edição...

Encontro dos Movimentos Ambientais do Amazonas: Uma Carta de Compromisso para o Futuro

A quinta edição do Encontro dos Movimentos Ambientais do Amazonas aconteceu na tarde do...

Seminário de Segurança Inovadora discute esta semana a ordem pública a partir de experiências bem sucedidas no país

Especialistas em segurança pública de todo o Brasil serão palestrantes no II Seminário de...

Promotor investiga suposto desvio de merenda escolar na rede de ensino da Prefeitura de Manaus

O promotor do Ministério Público do Amazonas (MP-AM), Marcelo Pinto Ribeiro, da 55ª Promotoria...

Eric Lima

Criador do Portal Pontual

Mestrado em Saúde, Sociedade e Endemias na área de concentração de Epidemiologia de Agravos e Prevalentes na Amazônia pelo instituto Leônidas e Maria Deane (ILMD/FIOCRUZ), Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e Universidade Federal do Pará (UFPA - 2013). Tem experiência em pesquisa na área de Epidemiologia, Saúde Coletiva com ênfase em Saúde Pública, Avaliação de Serviço em Saúde e Saúde Baseada em Evidências, desenvolvendo estudos nos temas: Tuberculose, Resistência aos fármacos, Tuberculose Multirresistente, Coinfecção TB/HIV.

Mais artigos como este

Tefeense vence luta na 126ª edição do Jungle Fight

Elora Dana, lutadora natural de Tefé (interior do Amazonas), foi campeã da 126ª edição...

Encontro dos Movimentos Ambientais do Amazonas: Uma Carta de Compromisso para o Futuro

A quinta edição do Encontro dos Movimentos Ambientais do Amazonas aconteceu na tarde do...

Seminário de Segurança Inovadora discute esta semana a ordem pública a partir de experiências bem sucedidas no país

Especialistas em segurança pública de todo o Brasil serão palestrantes no II Seminário de...