quinta-feira, abril 18, 2024
HomeAcessibilidadeProjeto da UEA visa inclusão de pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida

Projeto da UEA visa inclusão de pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida

Publicado em

Artigo Relacionado

Projeto Biblioteca Comunitária é realizado em Itacoatiara

Com o objetivo de levar cultura e aprendizado para a comunidade, o Centro de...

Com o objetivo de promover a inclusão de pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida em diversas áreas da sociedade, o projeto “Mais Acesso”, da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), está disponibilizando cursos de capacitação para atendimento desse público.

Criado em 2021 por uma professora e alunos da universidade, o projeto foi reformulado e ampliado com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam).

Para Marklea Ferst, professora de Legislação e Ética da Escola Superior de Artes e Turismo (Esat) e coordenadora do “Mais Acesso”, a construção do trabalho começou como um projeto de extensão da UEA voltado somente para o atendimento de Pessoas com Deficiência (PCDs) no setor do turismo. Com o tempo, a demanda ficou maior e mais voluntários chegaram para fazer parte.

Para obter o investimento necessário para a ampliação, o projeto foi submetido a um edital da Fapeam e conseguiu recursos para a criação de um site e aplicativo, promovendo ainda mais acessibilidade no processo de aprendizagem. Atualmente, a equipe conta com 28 pessoas, entre alunos e ex-alunos voluntários, que atuam no desenvolvimento de soluções digitais de ensino e aprendizagem para capacitação.

Dentro da equipe, cada aluno desenvolve um papel. Lucas Monteiro, 21, participa do “Mais Acesso” há dois anos e meio. Durante esse período, ele destaca, como maior benefício, a aprendizagem diária com a professora e outros alunos.

“Entrar no projeto me influenciou profissionalmente e, também, enquanto pessoa. Foi ele que abriu portas para mim e me ajudou a ter uma visão mais ampla no que diz respeito à acessibilidade. Antes, eu achava que sabia muito sobre o assunto, mas quando comecei a desenvolver as atividades fui aprendendo ainda mais”, contou Lucas.

Segundo a equipe, o objetivo do “Mais Acesso” é promover a acessibilidade, inclusão e igualdade de oportunidade para PCDs ou com mobilidade reduzida. Beatriz Viana, deficiente visual, integrante do grupo, é uma das principais consultoras de atividades do site e aplicativo. Ela explica que, por ter uma deficiência, sempre lidou com obstáculos. Mas participar de um projeto como esse mudou completamente a rotina dela.

Como acessar

A plataforma “Mais Acesso” está disponível em um site e aplicativo. O site pode ser acessado pelo endereço www.maisacessoqualifica.com.br, onde todos os cursos de capacitação estão disponíveis. Qualquer pessoa pode participar e obter um certificado ao final de cada curso com duração de 30 horas.

Da redação para Portal Pontual, com informações da UEA. 

Imagens: divulgação.

Últimos Artigos

Projeto Biblioteca Comunitária é realizado em Itacoatiara

Com o objetivo de levar cultura e aprendizado para a comunidade, o Centro de...

Final do BBB 24: Em Parintins, Governo do Amazonas realiza últimos preparativos para a ‘Festa da Cunhã’ na praça da Catedral

Em Parintins, o Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura...

FVS-RCP e CMA se unem para ação de cidadania

A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas - Dra. Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP),...

Atriz formada pela UEA está em filme que concorre à Palma de Ouro em Cannes

A atriz amazonense Isabela Catão, bacharel em Teatro pela Universidade do Estado do Amazonas...

Eric Lima

Criador do Portal Pontual

Mestrado em Saúde, Sociedade e Endemias na área de concentração de Epidemiologia de Agravos e Prevalentes na Amazônia pelo instituto Leônidas e Maria Deane (ILMD/FIOCRUZ), Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e Universidade Federal do Pará (UFPA - 2013). Tem experiência em pesquisa na área de Epidemiologia, Saúde Coletiva com ênfase em Saúde Pública, Avaliação de Serviço em Saúde e Saúde Baseada em Evidências, desenvolvendo estudos nos temas: Tuberculose, Resistência aos fármacos, Tuberculose Multirresistente, Coinfecção TB/HIV.

Mais artigos como este

Projeto Biblioteca Comunitária é realizado em Itacoatiara

Com o objetivo de levar cultura e aprendizado para a comunidade, o Centro de...

Final do BBB 24: Em Parintins, Governo do Amazonas realiza últimos preparativos para a ‘Festa da Cunhã’ na praça da Catedral

Em Parintins, o Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura...

FVS-RCP e CMA se unem para ação de cidadania

A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas - Dra. Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP),...