quinta-feira, fevereiro 22, 2024
HomeSem categoriaMoradores de Autazes denunciam demissões, falta de limpeza pública e insegurança.

Moradores de Autazes denunciam demissões, falta de limpeza pública e insegurança.

Publicado em

spot_img

Artigo Relacionado

RR: ALE vai gastar R$ 2,3 milhões com compra de combustível em posto de político investigado pela PF por desvio milionário

Roraima - Sob a gestão do presidente Soldado Sampaio (Republicanos), a Assembleia Legislativa de...

Moradores de Autazes denunciam demissões, falta de limpeza pública e insegurança.

Demissões e falta de limpeza pública

De acordo com informações enviadas por moradores, Autazes encerra o ano de 2016 com graves problemas que afetam e indignam a população do município. Moradores denunciam a falta de limpeza pública que promove o acúmulo de lixo nas ruas da cidade, o município sofre com falta de saneamento básico o que predispõe o risco de desenvolvimento de doenças para população.

De acordo com relato enviado por moradores, a situação se agrava por conta do número de ruas sem manutenção de asfalto ou manutenção preventiva. ‘’Quando chove, nós temos que andar com os pés dentro da água que fica parada nos buracos de lama’’. Ainda, segundo relatos, o município está com problema de segurança, fato este que por vezes e associada a proximidade com a capital do estado. ‘’As drogas tomaram conta de Autazes, o pior e ver que não existe iniciativas em favor dos nossos jovens que sem opção acabam caindo neste caminho’’.

De acordo com moradores, Autazes já vinha sofrendo com problemas de gestão municipal, não corre dinheiro no município, e após término das eleições houve muitas demissões da prefeitura, o que agrava a situação de famílias que dependiam deste ganho para sustentar a família. Não estava bom, após as eleições houve aumento no descaso com nossa cidade.

Educação

No município foi levantada a questão do encurtamento do ano letivo, alguns professores apontaram que ”foi um ano difícil, é preciso ter uma planejamento consistente com número de alunos para as instalações alugadas que funcionam as aulas que estão lotadas e inadequadas”, essa atitude vai em contra mão do resultado positivo que Autazes teve no IDEB no ano de 2015. A crise política e econômica presente no país afeta diretamente os municípios, mas gestores municipais precisam ter responsabilidades com questões fundamentais.

Ministério Público

No dia 18 foi realizada uma reunião dos prefeitos com o promotor Fabio Monteiro (Promotor de Justiça) sobre algumas irregularidades presentes em alguns municípios. O encontro foi promovido por denuncias de cidadãos e procuradores.

O procurador disse ainda que a crise econômica não pode justificar descumprimentos da lei eleitoral. ” Entendemos a questão da crise, responsabilidade fiscal, mas não podemos aceitar que pessoas que foram contratadas fiquem com salários atrasados. A prefeitura é, em todos os interiores do Amazonas, a maior empregadora. Então, é óbvio que isso afeta enormemente a economia local. O objetivo é colocar a preocupação é fazer com que seja cumprida a Lei. A lei eleitoral proíbe essas demissões. Mas queremos uma conversa, ouvir o que eles têm a dizer e tentar sensibiliza-los. Qualquer que tenham sido as adversidades do pleito devem ficar entre eles e sublimadas, a população não pode sofrer”, completou Monteiro.

Fonte:G1

Eleições

Município de Autazes faz parte do conjunto de municípios que terá troca de prefeito, a partir de janeiro Thomé Filho será substituído por Andreson Cavalcante eleito no município com 46% dos votos.

Últimos Artigos

Em Japurá no Amazonas, garimpo ilegal e lixão ameaçam o meio ambiente, afirma Joel Araújo

Na sua avaliação a alta renda per capta do município, advinda em grande parte...

Governo do Am apoia manutenção de equipamentos laboratoriais para continuidade nas pesquisas

O Governo do Amazonas, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado...

Em nova publicação, Joel Araújo expõe situação do lixão à céu aberto da cidade de Autazes no Amazonas

"Me impressiona que ainda hajam pessoas catando lixo no lixão à céu aberto de...

UEA firma acordo com Instituto Butantã

A reunião institucional entre a UEA e o Instituto Butantã ocorreu na quinta-feira (9/2),...

Eric Lima

Criador do Portal Pontual

Mestrado em Saúde, Sociedade e Endemias na área de concentração de Epidemiologia de Agravos e Prevalentes na Amazônia pelo instituto Leônidas e Maria Deane (ILMD/FIOCRUZ), Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e Universidade Federal do Pará (UFPA - 2013). Tem experiência em pesquisa na área de Epidemiologia, Saúde Coletiva com ênfase em Saúde Pública, Avaliação de Serviço em Saúde e Saúde Baseada em Evidências, desenvolvendo estudos nos temas: Tuberculose, Resistência aos fármacos, Tuberculose Multirresistente, Coinfecção TB/HIV.

Mais artigos como este

Em Japurá no Amazonas, garimpo ilegal e lixão ameaçam o meio ambiente, afirma Joel Araújo

Na sua avaliação a alta renda per capta do município, advinda em grande parte...

Governo do Am apoia manutenção de equipamentos laboratoriais para continuidade nas pesquisas

O Governo do Amazonas, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado...

Em nova publicação, Joel Araújo expõe situação do lixão à céu aberto da cidade de Autazes no Amazonas

"Me impressiona que ainda hajam pessoas catando lixo no lixão à céu aberto de...