segunda-feira, maio 27, 2024
HomeSem categoriaAbatedouro de carne de Autazes receberá melhorias da prefeitura

Abatedouro de carne de Autazes receberá melhorias da prefeitura

Publicado em

Artigo Relacionado

RR: ALE vai gastar R$ 2,3 milhões com compra de combustível em posto de político investigado pela PF por desvio milionário

Roraima - Sob a gestão do presidente Soldado Sampaio (Republicanos), a Assembleia Legislativa de...

Autazes/AM 10 de Janeiro

Andreson Cavalcante  manda inspecionar abatedouro municipal de Autazes

Inspecionado pelo médico veterinário, Gilmar Antonio Verardo, o Matadouro Municipal de Autazes (AM), Francisco Paiva, não conseguiu passar nos itens básicos de manejo, transporte e higiene, necessários para a boa e segura recomendação de funcionamento.

A carne, por exemplo, que deveria sair do abatedouro  devidamente protegida, pendurada e embala em um carro baú, é transportada na carroceria de um carro qualquer, sujeita a poeira, lama e toda sorte de contaminação.

“É uma questão de higiene”, observa Gilmar Antonio, convocado pelo prefeito do município, Andreson Cavalcante (PROS), para proceder estudo minucioso de toda a situação do abatedouro.

Durante a primeira inspeção veterinária, Gilmar observou, também, a inexistência de guinchos de elevação elétricos, equipamento utilizado para erguer as carcaças e permitir ao açogueiro velocidade e conforto durante a divisão das mesmas.

autazes-matadouro3

Hoje, de forma bastante artesanal, as carcaças são elevadas com o auxílio de talhas. “Esse tipo de equipamento, além de obsoleto, pode contaminar a carne  com graxa, ao contrário do guincho elétrico que é manipulado com um simples toque em um botão”, comenta.

Independentemente da necessidade mudanças no manejo, transporte e higiente do boi abatido, Gilmar Antonio declarou que, por orientação do prefeito, o matouro deve se ajustar às normas e modelos dos frigoríficos padrões. Assim, em vez do machado para destrinchar as carcaças e abrir o animal, o abatedouro municipal deve adotar a serra elétrica, além da pistola pneumática e o jato de água antes de abater o animal.

“O emprego da serra elétrica, assim como a pistola pneumática, não só aposenta o machado, mas facilita o trabalho, mas eleva o grau de higiene tão necessário para a saúde do consumidor”, ressalta.

autazes-matadouro2

Atualmente, o volume de abate é de 30 animais por dia, que corresponde a um volume de carne para o consumo local de 6 toneladas.

“A modernização do abatedouro é um dos mais importantes compromisso do prefeito Andreson Cavalcante voltado para a saúde da população do município. Essa modernização implica, inclusive, no exame do animal vivo de depois do abate”, explica o médico veterinário.

Redação

Leia também: http://www.reporter-am.com.br

 

Últimos Artigos

Seminário de Segurança Inovadora discute esta semana a ordem pública a partir de experiências bem sucedidas no país

Especialistas em segurança pública de todo o Brasil serão palestrantes no II Seminário de...

Promotor investiga suposto desvio de merenda escolar na rede de ensino da Prefeitura de Manaus

O promotor do Ministério Público do Amazonas (MP-AM), Marcelo Pinto Ribeiro, da 55ª Promotoria...

Abertas inscrições para oficina de pintura para pessoas com deficiência visual e baixa visão

Em comemoração aos 15 anos da audiodescrição no Amazonas, o Governo do Estado, por...

Márcia Perales lança livro sobre a democratização do ensino

A pesquisadora e escritora Márcia Perales Mendes Silva, diretora-presidente da Fundação de Amparo à...

Eric Lima

Criador do Portal Pontual

Mestrado em Saúde, Sociedade e Endemias na área de concentração de Epidemiologia de Agravos e Prevalentes na Amazônia pelo instituto Leônidas e Maria Deane (ILMD/FIOCRUZ), Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e Universidade Federal do Pará (UFPA - 2013). Tem experiência em pesquisa na área de Epidemiologia, Saúde Coletiva com ênfase em Saúde Pública, Avaliação de Serviço em Saúde e Saúde Baseada em Evidências, desenvolvendo estudos nos temas: Tuberculose, Resistência aos fármacos, Tuberculose Multirresistente, Coinfecção TB/HIV.

Mais artigos como este

Seminário de Segurança Inovadora discute esta semana a ordem pública a partir de experiências bem sucedidas no país

Especialistas em segurança pública de todo o Brasil serão palestrantes no II Seminário de...

Promotor investiga suposto desvio de merenda escolar na rede de ensino da Prefeitura de Manaus

O promotor do Ministério Público do Amazonas (MP-AM), Marcelo Pinto Ribeiro, da 55ª Promotoria...

Abertas inscrições para oficina de pintura para pessoas com deficiência visual e baixa visão

Em comemoração aos 15 anos da audiodescrição no Amazonas, o Governo do Estado, por...