quinta-feira, fevereiro 22, 2024
HomeSem categoriaPolítica | Leonel Feitosa mentiu sobre a estrutura do terreno alugado", afirma...

Política | Leonel Feitosa mentiu sobre a estrutura do terreno alugado”, afirma Dermilson chagas

Publicado em

spot_img

Artigo Relacionado

RR: ALE vai gastar R$ 2,3 milhões com compra de combustível em posto de político investigado pela PF por desvio milionário

Roraima - Sob a gestão do presidente Soldado Sampaio (Republicanos), a Assembleia Legislativa de...

Manaus | Sexta Feira

Na manhã desta quinta-feira (24), o deputado estadual Dermilson chagas (PEN), levou em plenário da Assembleia Legislativa do Estado (Aleam), imagens aéreas do terreno alugado pelo Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (DETRAN), com a empresa WF Representações LTDA EEP, que mostra que o local não possui nenhuma estrutura de segurança abordado pelo diretor do DETRAN, Leonel Feitosa na Casa Legislativa, na última quarta-feira (23).

No início da semana, Dermilson Chagas levou a público uma denúncia de um possível superfaturamento entre o DETRAN e a WF Representações, no valor de R$ 5 milhões na locação de um terreno localizado na Rua Goiânia, bairro Redenção, para armazenamento de veículos apreendidos e aluguel de empilhadeiras a gás com a capacidade mínima de sete toneladas. Após exposto, Leonel Feitosa a convite do líder do governo, compareceu na Assembleia para prestar os devidos esclarecimentos sobre os questionamentos do parlamentar. Em suas explicações sobre o valor alugado, Leonel afirmou que o terreno da WF trata-se de um complexo murado e que conta com equipamentos de monitoramento de câmeras, segurança armada durante 24 horas e cerca elétrica para evitar furtos ou extravio dos veículos, e que ainda possui licencia ambiental. Na busca da comprovação, Dermilson Chagas conseguiu registrar imagens aéreas do local e verificou que no terreno não havia nada do que foi falado pelo presidente do DETRAN.

IMG-20170825-WA0019

“Gostaria que olhasse nas imagens do terreno que ele tanto defende. Em uma visão aérea podemos ver a organização que Leonel falou que possui uma empilhadeira para armazenar os carros. Esta é a situação onde os carros ficam tudo mal organizado. Quem pode ver direito não tem cerca elétrica e nem monitoramento. É um buraco, e tem até um igarapé. Esse é o lugar que custa R$ 15 milhões, adicionando o custo mensal da empilhadeira durante cinco anos. Dizer que isso está organizado é uma ofensa”, afirmou Dermilson.

Devido ao igarapé, Dermilson afirmou ainda que o Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam), jamais concederia uma licença ambiental. “Se o governo do Estado fiscalizar esse horror de contratos que hoje tem no DETRAN, vamos economizar muito no estado do Amazonas. Não da para aceitar mediante a uma filmagem as colocações feitas pelo Leonel Feitosa. Não da para virar de costas para uma situação gritante como essa”, disse.

IMG-20170824-WA0093

Denúncia

Dermilson Chagas recebeu em mãos dois contratos feitos pelo DETRAN com a empresa WF Representações. O primeiro é para locação do terreno para servir de armazenamento de carros apreendidos. De acordo com o documento, o prazo da presente prestação de serviços é de 12 meses, no valor global de R$ 2,5 milhões, a partir do 01 setembro de 2015, podendo ser prorrogado até o limite de 60 meses, no caso 5 anos. De 2015 até agosto deste ano, o DETRAN já pagou para empresa dos cofres públicos, R$ 4,8 milhões, sendo que se houver o cumprimento dos 60 meses, o Estado poderá desembolsar R$ 12,5 milhões para WF Representações.

Já o outro contrato mostra a prestação de serviços de locação de duas empilhadeiras a gás com capacidade mínima de sete toneladas, para atender as necessidades do órgão. O convênio foi afirmado no dia 15 de março deste ano no valor de R$ 54 mil mensal, totalizando nos 12 meses, R$ 654 mil. Já foram pagos até o momento, R$ 245 mil. O acordo poderá também ser prorrogado até o limite de 60 meses, fazendo com o que Estado desembolse R$ 3,2 milhões para empresa.

Até agosto deste ano, o Estado já pagou para empresa cerca de R$ 5 milhões pelo os dois convênios com a empresa WF. Caso haja a prorrogação de 60 meses dos dois contratos, o Estado poderá pagar em torno R$ 15 milhões dos cofres públicos.

Últimos Artigos

Em Japurá no Amazonas, garimpo ilegal e lixão ameaçam o meio ambiente, afirma Joel Araújo

Na sua avaliação a alta renda per capta do município, advinda em grande parte...

Governo do Am apoia manutenção de equipamentos laboratoriais para continuidade nas pesquisas

O Governo do Amazonas, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado...

Em nova publicação, Joel Araújo expõe situação do lixão à céu aberto da cidade de Autazes no Amazonas

"Me impressiona que ainda hajam pessoas catando lixo no lixão à céu aberto de...

UEA firma acordo com Instituto Butantã

A reunião institucional entre a UEA e o Instituto Butantã ocorreu na quinta-feira (9/2),...

Eric Lima

Criador do Portal Pontual

Mestrado em Saúde, Sociedade e Endemias na área de concentração de Epidemiologia de Agravos e Prevalentes na Amazônia pelo instituto Leônidas e Maria Deane (ILMD/FIOCRUZ), Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e Universidade Federal do Pará (UFPA - 2013). Tem experiência em pesquisa na área de Epidemiologia, Saúde Coletiva com ênfase em Saúde Pública, Avaliação de Serviço em Saúde e Saúde Baseada em Evidências, desenvolvendo estudos nos temas: Tuberculose, Resistência aos fármacos, Tuberculose Multirresistente, Coinfecção TB/HIV.

Mais artigos como este

Em Japurá no Amazonas, garimpo ilegal e lixão ameaçam o meio ambiente, afirma Joel Araújo

Na sua avaliação a alta renda per capta do município, advinda em grande parte...

Governo do Am apoia manutenção de equipamentos laboratoriais para continuidade nas pesquisas

O Governo do Amazonas, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado...

Em nova publicação, Joel Araújo expõe situação do lixão à céu aberto da cidade de Autazes no Amazonas

"Me impressiona que ainda hajam pessoas catando lixo no lixão à céu aberto de...