quarta-feira, junho 19, 2024
HomeSem categoriaManaus | De janeiro a outubro deste ano, mais de 3.200 assaltos...

Manaus | De janeiro a outubro deste ano, mais de 3.200 assaltos a coletivos

Publicado em

Artigo Relacionado

RR: ALE vai gastar R$ 2,3 milhões com compra de combustível em posto de político investigado pela PF por desvio milionário

Roraima - Sob a gestão do presidente Soldado Sampaio (Republicanos), a Assembleia Legislativa de...

Quarta-feira | 22/11/2017


De acordo com dados do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram), entre janeiro e outubro deste ano, foram registrados 3.231 assaltos, uma média 325 por mês e 10,8 ônibus assaltados por dia, ou seja, a cada duas horas um ônibus é assaltado em Manaus. Uma das linhas mais roubadas do sistema é a 560, da empresa Integração Transportes. Só ela registrou 216 assaltos entre janeiro e outubro.

Um total de 331 ônibus foram assaltados na capital, dos quais 15 foram na linha 560, que sai da Avenida Passarinho, no Monte das Oliveiras, e vai até o terminal 2, no bairro Cachoeirinha, na zona Sul. A linha 650, da empresa Global, que sai do terminal 4, no bairro Jorge Teixeira, na Zona Leste, e vai até a plataforma da Matriz, no centro, foi assaltado 14 vezes.

A Polícia Militar não descarta a possibilidade da existência de grupos especializados nessa modalidade de crime. ”Eu acredito que há sim grupos especializados só para assaltar ônibus. Porque estamos prendendo hoje os mesmo ladrões que prendemos dias atrás”, disse o comandante de Policiamento Metropolitano (CPM), Coronel Wirley Abdalla, atribuindo a volta dos criminosos a rua às audiências de custódia realizadas pelo Poder Judiciário.

O Sinetram defende que uma das medidas para diminuir os índices dentro dos ônibus, é a retirada do pagamento em dinheiro e utilização dos cartões Passafácil. Capitais como Campo Grande e Goiânia conseguiram implantar o modelo e reduziram os índices de roubo a zero. Em dez meses, os assaltos já renderam prejuízo de mais de R$ 864,1 mil para o sistema.

Redação por Gabrielly Gentil

Últimos Artigos

Inpa compõe Rede Amazônica de instituições científicas para desenvolver bioeconomia na região

Oito institutos científicos da Pan-Amazônia do Brasil, Colômbia, Peru, Bolívia e Equador unem esforços...

Estudo da FVS-RCP aborda sobre a tendência da Leishmaniose Tegumentar

Integrando as ações de pesquisa em vigilância em saúde no Amazonas, a Fundação de...

Estudo estima a efetividade do método Wolbachia no Brasil

Em maio de 2024, o Brasil bateu um recorde negativo. Foram 5 milhões de...

Galeria do largo recebe exposição ‘Portrait, entre o real e o abstrato’, nesta quarta

O Centro de Artes Visuais Galeria do Largo apresenta nesta quarta-feira (12/06), a partir...

Eric Lima

Criador do Portal Pontual

Mestrado em Saúde, Sociedade e Endemias na área de concentração de Epidemiologia de Agravos e Prevalentes na Amazônia pelo instituto Leônidas e Maria Deane (ILMD/FIOCRUZ), Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e Universidade Federal do Pará (UFPA - 2013). Tem experiência em pesquisa na área de Epidemiologia, Saúde Coletiva com ênfase em Saúde Pública, Avaliação de Serviço em Saúde e Saúde Baseada em Evidências, desenvolvendo estudos nos temas: Tuberculose, Resistência aos fármacos, Tuberculose Multirresistente, Coinfecção TB/HIV.

Mais artigos como este

Inpa compõe Rede Amazônica de instituições científicas para desenvolver bioeconomia na região

Oito institutos científicos da Pan-Amazônia do Brasil, Colômbia, Peru, Bolívia e Equador unem esforços...

Estudo da FVS-RCP aborda sobre a tendência da Leishmaniose Tegumentar

Integrando as ações de pesquisa em vigilância em saúde no Amazonas, a Fundação de...

Estudo estima a efetividade do método Wolbachia no Brasil

Em maio de 2024, o Brasil bateu um recorde negativo. Foram 5 milhões de...