quinta-feira, fevereiro 22, 2024
HomeSem categoriaPolicial | Polícia Civil prende em Coari ex-vereador por apropriação indébita

Policial | Polícia Civil prende em Coari ex-vereador por apropriação indébita

Publicado em

spot_img

Artigo Relacionado

RR: ALE vai gastar R$ 2,3 milhões com compra de combustível em posto de político investigado pela PF por desvio milionário

Roraima - Sob a gestão do presidente Soldado Sampaio (Republicanos), a Assembleia Legislativa de...

Manaus | Quarta-feira


A Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Coari (a 363 quilômetros em linha reta da capital), cumpriu, na tarde de terça-feira (19/12), às 16h, em um conjunto habitacional na rua Perimetral, bairro União, naquele município, mandado de prisão preventiva por apropriação indébita em nome do advogado e ex-vereador Aldervan Souza Cordovil, 40, conhecido em Coari como “Dr. Adeva”.

As diligências foram coordenadas pelo delegado José Afonso Barradas, titular da unidade policial. Conforme Barradas, além de atuar como vereador em Coari, Aldervan também exercia a função de advogado, mas foi denunciado por não honrar com os serviços prometidos.

“O mandado de prisão preventiva em nome do ex-vereador foi expedido ontem (19/12), pelo juiz Fábio Lopes Alfaia, da 1ª Vara da Comarca de Coari. Nos deslocamos até a residência do infrator e efetuamos a prisão”, explicou o delegado.

Processo no TJAM – Barradas informou que o ex-vereador foi reeleito nas eleições de 2016, em Coari. Servidores do Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE-AM) representaram o pedido de afastamento de Aldervan das atividades parlamentares e, ainda, a suspensão do registro da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). O homem já responde a processo no Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas (TJAM) por coação no curso do processo, apropriação indébita e foi preso em março deste ano por estelionato.

Após os procedimentos cabíveis na unidade policial, Aldervan será levado ao 5° Batalhão de Polícia Militar (BPM), no município de Coari, onde irá permanecer à disposição da Justiça.

Fonte: Secom

Redação Por Natália Dantas

Últimos Artigos

Em Japurá no Amazonas, garimpo ilegal e lixão ameaçam o meio ambiente, afirma Joel Araújo

Na sua avaliação a alta renda per capta do município, advinda em grande parte...

Governo do Am apoia manutenção de equipamentos laboratoriais para continuidade nas pesquisas

O Governo do Amazonas, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado...

Em nova publicação, Joel Araújo expõe situação do lixão à céu aberto da cidade de Autazes no Amazonas

"Me impressiona que ainda hajam pessoas catando lixo no lixão à céu aberto de...

UEA firma acordo com Instituto Butantã

A reunião institucional entre a UEA e o Instituto Butantã ocorreu na quinta-feira (9/2),...

Eric Lima

Criador do Portal Pontual

Mestrado em Saúde, Sociedade e Endemias na área de concentração de Epidemiologia de Agravos e Prevalentes na Amazônia pelo instituto Leônidas e Maria Deane (ILMD/FIOCRUZ), Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e Universidade Federal do Pará (UFPA - 2013). Tem experiência em pesquisa na área de Epidemiologia, Saúde Coletiva com ênfase em Saúde Pública, Avaliação de Serviço em Saúde e Saúde Baseada em Evidências, desenvolvendo estudos nos temas: Tuberculose, Resistência aos fármacos, Tuberculose Multirresistente, Coinfecção TB/HIV.

Mais artigos como este

Em Japurá no Amazonas, garimpo ilegal e lixão ameaçam o meio ambiente, afirma Joel Araújo

Na sua avaliação a alta renda per capta do município, advinda em grande parte...

Governo do Am apoia manutenção de equipamentos laboratoriais para continuidade nas pesquisas

O Governo do Amazonas, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado...

Em nova publicação, Joel Araújo expõe situação do lixão à céu aberto da cidade de Autazes no Amazonas

"Me impressiona que ainda hajam pessoas catando lixo no lixão à céu aberto de...