quinta-feira, fevereiro 22, 2024
HomeSem categoriaSaúde | Secretaria de Cultura abre inscrições para a segunda etapa do...

Saúde | Secretaria de Cultura abre inscrições para a segunda etapa do Programa Espaço Aberto

Publicado em

spot_img

Artigo Relacionado

RR: ALE vai gastar R$ 2,3 milhões com compra de combustível em posto de político investigado pela PF por desvio milionário

Roraima - Sob a gestão do presidente Soldado Sampaio (Republicanos), a Assembleia Legislativa de...

Manaus | Quinta-feira


Entre as novidades do edital está a possibilidade do artista cobrar ingressos de até R$ 20 nos eventos e a inclusão de mais espaços, como o Teatro Amazonas e os parques administrados pela secretaria

A Secretaria de Estado de Cultura (SEC) iniciou, na tarde desta quinta-feira (28/12), as inscrições para a segunda etapa do Programa Espaço Aberto, que vai ocupar os espaços culturais com atividades artísticas em 2018. Entre as novidades está a possibilidade de cobrar ingressos até R$ 20 e a inclusão de mais espaços para receber propostas como o Teatro Amazonas, os parques e as praças da capital administradas pela secretaria.

No ano de 2018, o Espaço Aberto terá programação de fevereiro a dezembro. As propostas para ocupação nos meses de fevereiro e março serão aceitas até o dia 27 de janeiro; até o dia 5 de março, para os meses de abril e maio; até o dia 5 de maio, para os meses de junho e julho; até 5 de julho, para os meses de agosto e setembro; e até 5 de setembro, para os meses de outubro, novembro e dezembro.

Entre os espaços disponíveis para a segunda etapa do programa estão: Teatro Amazonas, Teatro Américo Alvarez, Teatro Jorge Bonates, Teatro Gebes Medeiros, Teatro da Instalação, Cine Teatro Aldemar Bonates (Centro de Convivência da Família Magdalena Arce Daou) , Cine Teatro Guarany, Cine Teatro Padre Pedro Vignola, Cine Teatro Comandante Ventura (Centro de Convivência do Idoso), Centro Cultural Casa das Artes, Centro Cultural Povos da Amazônia, Centro Cultural Palácio da Justiça, Centro Cultural Palácio Rio Negro, Centro Cultural Largo São Sebastião, Centro de Artes Visuais (Galeria do Largo), Centro Cultural Usina Chaminé; os parques Senador Jefferson Péres e Rio Negro; e as praças Antônio Bittencourt, Heliodoro Balbi, Roosevelt e Gonçalves Dias.

“Ter todos os equipamentos culturais vinculados à ocupação, como o Teatro Amazonas, galerias e os teatros de difusão, é um dos pontos fortes deste novo edital”, afirma o diretor de Centros Culturais da SEC, Taciano Soares. “Outro ganho é que vamos ter uma inscrição continuada, então os artistas e grupos artísticos terão o ano todo para organizar seus projetos e ocupar os espaços da secretaria”, explica.

Como na primeira etapa do programa, atividades artísticas de todas as linguagens serão aceitas. Poderão participar pessoas físicas, maiores de 18 anos, e pessoas jurídicas com ou sem fins lucrativos. O edital especifica, ainda, que não haverá limitação para a quantidade de projetos inscritos por proponente. Nesta segunda etapa do Espaço Aberto, candidatos estarão sujeitos à aprovação da Comissão de Seleção da SEC, conforme os critérios de avaliação descritos no edital.

Cobrança de ingressos – Para a realização de projetos artísticos que tenham como previsão a cobrança de bilheteria, o valor dos ingressos não poderá ultrapassar R$ 20, submetendo-se à legislação vigente quanto à cobrança da meia-entrada. “Este é outro ponto marcante deste novo processo, o fomento ao cenário de produção cultural com a previsão de cobrança de ingressos em até R$ 20 e com renda de 90% para o artista e o restante para a manutenção dos espaços”, destaca Taciano Soares.

Inscrições – As inscrições dos projetos poderão ser entregues pelos Correios e pessoalmente, no horário de 8h até 17h (exceto aos sábados, domingos e feriados) em envelope lacrado na sede da Secretaria de Estado de Cultura, localizada na Avenida Sete de Setembro, 1546, Centro – anexo ao Centro Cultural Palácio Rio Negro. O envelope deve estar adereçado ao “Setor de Protocolo” da Secretaria, contendo o nome do proponente e título da proposta.

Os projetos também podem ser enviados em formato digital, por meio do endereço espacoaberto@cultura.am.gov.br.

Os documentos necessários para a inscrição são o formulário de inscrição (em anexo no edital), apresentação detalhada da atividade artística, ficha técnica completa, currículo ou portfólio com documentos que comprovem a atividade do artista, grupo ou empresa, e documentação complementar, que pode ser conferida no edital.

O proponente deverá indicar, na ficha de inscrição, o período para o qual pretende utilizar o espaço, e os ajustes de programação serão realizados em diálogo com a SEC.

Comissões – As comissões de Habilitação e de Seleção, que irão realizar a avaliação dos proponentes, serão compostas por três membros da SEC, designados pelo secretário de Cultura, por meio de portaria publicada no Diário Oficial do Estado. O processo de seleção terá duas etapas: análise documental (habilitação) e técnica (seleção).

Os critérios avaliados serão excelência artística do projeto, qualificação dos profissionais envolvidos, planejamento e adequação das ações e da programação ao espaço; e conformidade com os objetivos do edital.

Ainda segundo o edital, serão priorizados projetos que tenham predominantemente programação e ações que valorizem a diversidade étnica, religiosa, de gênero e outras.

Os candidatos não habilitados terão um prazo de três dias úteis, a partir da publicação dos resultados da seleção, para apresentar recurso à Comissão de Habilitação, por meio do e-mail espacoaberto@cultura.am.gov.br.

Resultados – Os resultados da seleção das atividades realizadas nos meses de fevereiro e março serão divulgados no Diário Oficial do Estado e no Portal da Cultura (cultura.am.gov.br) até 14 de fevereiro. Para os meses de abril e maio, a divulgação será até 31 de março; atividades dos meses de junho e julho terão divulgação dos resultados até 31 de maio; agosto e setembro até 31 de julho e até 30 de setembro serão divulgadas as atividades para os meses de outubro, novembro e dezembro.

Programa Espaço Aberto – O Programa Espaço Aberto é uma iniciativa da SEC para ocupar os espaços culturais da capital com linguagens e expressões artísticas diversas. Entre 26 de outubro e 10 de novembro, foram recebidas 118 propostas entre exposições, mostras, peças de teatro, ensaios, recitais, exibições de anime e cinema, oficinas, e outros. A programação iniciou em novembro e segue até o fim do mês de dezembro.

 Centro Cultural Palácio Rio Negro FOTO Divulgação (2) jefferson-peres-1024x687 Parque_Rio_Negro_Evento-1024x569

Fonte: Secom

Redação Por Natália Dantas

Últimos Artigos

Em Japurá no Amazonas, garimpo ilegal e lixão ameaçam o meio ambiente, afirma Joel Araújo

Na sua avaliação a alta renda per capta do município, advinda em grande parte...

Governo do Am apoia manutenção de equipamentos laboratoriais para continuidade nas pesquisas

O Governo do Amazonas, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado...

Em nova publicação, Joel Araújo expõe situação do lixão à céu aberto da cidade de Autazes no Amazonas

"Me impressiona que ainda hajam pessoas catando lixo no lixão à céu aberto de...

UEA firma acordo com Instituto Butantã

A reunião institucional entre a UEA e o Instituto Butantã ocorreu na quinta-feira (9/2),...

Eric Lima

Criador do Portal Pontual

Mestrado em Saúde, Sociedade e Endemias na área de concentração de Epidemiologia de Agravos e Prevalentes na Amazônia pelo instituto Leônidas e Maria Deane (ILMD/FIOCRUZ), Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e Universidade Federal do Pará (UFPA - 2013). Tem experiência em pesquisa na área de Epidemiologia, Saúde Coletiva com ênfase em Saúde Pública, Avaliação de Serviço em Saúde e Saúde Baseada em Evidências, desenvolvendo estudos nos temas: Tuberculose, Resistência aos fármacos, Tuberculose Multirresistente, Coinfecção TB/HIV.

Mais artigos como este

Em Japurá no Amazonas, garimpo ilegal e lixão ameaçam o meio ambiente, afirma Joel Araújo

Na sua avaliação a alta renda per capta do município, advinda em grande parte...

Governo do Am apoia manutenção de equipamentos laboratoriais para continuidade nas pesquisas

O Governo do Amazonas, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado...

Em nova publicação, Joel Araújo expõe situação do lixão à céu aberto da cidade de Autazes no Amazonas

"Me impressiona que ainda hajam pessoas catando lixo no lixão à céu aberto de...