quinta-feira, fevereiro 22, 2024
HomeSem categoriaManaus | Arsam soluciona problema de água contaminada no São Judas Tadeu.

Manaus | Arsam soluciona problema de água contaminada no São Judas Tadeu.

Publicado em

spot_img

Artigo Relacionado

RR: ALE vai gastar R$ 2,3 milhões com compra de combustível em posto de político investigado pela PF por desvio milionário

Roraima - Sob a gestão do presidente Soldado Sampaio (Republicanos), a Assembleia Legislativa de...

Manaus | Terça-feira


Após denúncia de moradores do condomínio São Judas Tadeu, na zona centro-sul de Manaus, a fiscalização da Agência Reguladora dos Serviços Públicos do Amazonas (Arsam) constatou que 192 apartamentos estavam recebendo água contaminada da rede de distribuição, que abastece mais de 500 pessoas da terceira etapa, e tomou providências junto à concessionária Manaus Ambiental para solucionar imediatamente o problema.

Vários protocolos já haviam sido registrados pelos moradores no Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC) da Manaus Ambiental, concessionária responsável pelos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário da capital, sem que, no entanto, o problema fosse resolvido. De acordo com Raimundo Francisco, um dos conselheiros do condomínio, a água fornecida tinha aspecto turvo e mau cheiro, problema denunciado até ao Ministério Público Estadual, que também encaminhou as reclamações à Arsam.

Como providências imediatas, o engenheiro chefe do Departamento de Fiscalização de Saneamento, Jorge Garcia Carésto, solicitou à Manaus Ambiental que fosse realizada a coleta de amostras da água fornecida aos apartamentos dos quatro blocos dessa etapa, durante três dias seguidos, além da realização de processos de descarga na rede e no reservatório que atende ao conjunto (processo de lavagem).

Após a realização das solicitações da Arsam, a água voltou a atender à Portaria do Ministério da Saúde 2.914/11, que determina a qualidade da água conforme os padrões de cor, turbidez, cloro residual, flúor, coliformes totais e termotolerantes da água distribuída, dados que também devem constar no verso da fatura mensal encaminhada aos usuários dos serviços públicos concedidos de abastecimento de água e esgotamento sanitário.

Atendimento aos usuários – Reclamações não atendidas após os prazos estabelecidos nos protocolos da concessionária, devem ser registradas pelo 0800 280 8585 ou pessoalmente, nos guichês de ouvidoria da Arsam localizados nos PACs São José (Uai Shopping, bairro São José), Sumaúma (Shopping Sumaúma, Cidade Nova) e Galeria dos Remédios (Centro).

Fonte: Secom

Redação Por Natália Dantas

Últimos Artigos

Em Japurá no Amazonas, garimpo ilegal e lixão ameaçam o meio ambiente, afirma Joel Araújo

Na sua avaliação a alta renda per capta do município, advinda em grande parte...

Governo do Am apoia manutenção de equipamentos laboratoriais para continuidade nas pesquisas

O Governo do Amazonas, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado...

Em nova publicação, Joel Araújo expõe situação do lixão à céu aberto da cidade de Autazes no Amazonas

"Me impressiona que ainda hajam pessoas catando lixo no lixão à céu aberto de...

UEA firma acordo com Instituto Butantã

A reunião institucional entre a UEA e o Instituto Butantã ocorreu na quinta-feira (9/2),...

Eric Lima

Criador do Portal Pontual

Mestrado em Saúde, Sociedade e Endemias na área de concentração de Epidemiologia de Agravos e Prevalentes na Amazônia pelo instituto Leônidas e Maria Deane (ILMD/FIOCRUZ), Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e Universidade Federal do Pará (UFPA - 2013). Tem experiência em pesquisa na área de Epidemiologia, Saúde Coletiva com ênfase em Saúde Pública, Avaliação de Serviço em Saúde e Saúde Baseada em Evidências, desenvolvendo estudos nos temas: Tuberculose, Resistência aos fármacos, Tuberculose Multirresistente, Coinfecção TB/HIV.

Mais artigos como este

Em Japurá no Amazonas, garimpo ilegal e lixão ameaçam o meio ambiente, afirma Joel Araújo

Na sua avaliação a alta renda per capta do município, advinda em grande parte...

Governo do Am apoia manutenção de equipamentos laboratoriais para continuidade nas pesquisas

O Governo do Amazonas, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado...

Em nova publicação, Joel Araújo expõe situação do lixão à céu aberto da cidade de Autazes no Amazonas

"Me impressiona que ainda hajam pessoas catando lixo no lixão à céu aberto de...