quarta-feira, maio 22, 2024
HomeBrasilPenedo, AL, registra maior volume de chuva da história da cidade e...

Penedo, AL, registra maior volume de chuva da história da cidade e decreta calamidade pública

Publicado em

Artigo Relacionado

Ibama institui plano de atuação para emergência nuclear

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) aprovou, no...

A prefeitura de Penedo, no interior de Alagoas, decretou situação de calamidade pública nesta quarta-feira (25) por causa do temporal que atinge a região. O Município informou que, desde terça (24) até a tarde de quarta (25), choveu 260 milímetros, maior volume já registrado desde que o índice pluviométrico passou a ser monitorado, em 1935. Até então, o maior volume de chuva tinha sido 200 mm, registrado em 1945.

Pela manhã, três casas desabaram no município. Sete pessoas foram resgatadas dos escombros, entre elas uma mulher que sofreu fratura exposta precisou ser socorrida para a Unidade de Pronto Atendimento da cidade, onde recebeu atendimento médico (veja no vídeo abaixo).

A medida considera os danos causados pelas chuvas na cidade, como “deslizamento de encostas e o desabamento de residências”, além de “inundações em diversas localidades, inclusive os acessos à zona rural e assentamentos do município”. A medida tem validade “enquanto perdurarem os efeitos da precipitação pluviométrica”.

Por meio do decreto de situação de calamidade pública, as autoridades administrativas ficam autorizadas a:

  • adentrar nas casas para prestar socorro ou para determinar a evacuação imediata;
  • usar de propriedade particular, no caso de iminente perigo público, assegurada ao proprietário indenização ulterior, se houver dano;
  • sem prejuízo das restrições da Lei de Responsabilidade Fiscal, ficam dispensados de licitação os contratos de aquisição de bens necessários às atividades de resposta ao desastre, de prestação de serviços e de obras relacionadas com a reabilitação dos cenários dos desastres, desde que possam ser concluídas no prazo máximo de 180 dias consecutivos e ininterruptos, contados a partir da caracterização do desastre, vedada a prorrogação dos contratos;
  • convocação de voluntários para reforçar as ações de resposta ao desastre, realização de campanhas de arrecadação de doações junto à comunidade, com o objetivo de facilitar as ações de assistência à população afetada pelo desastre bem como o cadastramento das famílias atingidas sob a direção da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil.

 

 

Mobilização para reduzir danos causados pela chuva

Cerca de 150 servidores da prefeitura foram mobilizados para trabalhar na assistência à população nas ruas, em escolas utilizadas como abrigo para famílias que tiveram que ser retiradas de suas casas.

A Defesa Civil Municipal atua no socorro às vítimas das chuvas.

A assessoria de comunicação da Prefeitura de Penedo informou que ainda não há informações sobre o número de desabrigados, mas que a Escola Municipal Douglas Apratto Tenório foi transformada em abrigo temporário para receber as pessoas de forma emergencial.

O Município alerta ainda que há risco de novos deslizamentos e orienta que os moradores de áreas de risco devem procurar abrigos seguros.

Penedo tem deslizamento de barreira e desabamento de casas em dia de chuva forte — Foto: Eduardo Pinto

Conteúdo G1

Foto de capa: Fernando Vinícius

Foto texto: Eduardo Pinto

Vídeo: Portal CM News

Últimos Artigos

Márcia Perales lança livro sobre a democratização do ensino

A pesquisadora e escritora Márcia Perales Mendes Silva, diretora-presidente da Fundação de Amparo à...

Careiro inicia preparações visando a Conferência Municipal de Meio Ambiente

Tendo sido um dos municípios mais afetados pelos incêndios florestais e fumaça no verão...

Agendão Cultural está repleto de eventos nos espaços mantidos pelo Governo do Amazonas

O agendão cultural deste fim de semana (17 a 19/05) oferece uma programação repleta...

Teatro da Instalação recebe estreia de nova temporada do espetáculo ‘Helena’, do Ateliê 23

No domingo (19/05), às 19h, o Ateliê 23 apresenta a nova temporada do espetáculo...

Eric Lima

Criador do Portal Pontual

Mestrado em Saúde, Sociedade e Endemias na área de concentração de Epidemiologia de Agravos e Prevalentes na Amazônia pelo instituto Leônidas e Maria Deane (ILMD/FIOCRUZ), Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e Universidade Federal do Pará (UFPA - 2013). Tem experiência em pesquisa na área de Epidemiologia, Saúde Coletiva com ênfase em Saúde Pública, Avaliação de Serviço em Saúde e Saúde Baseada em Evidências, desenvolvendo estudos nos temas: Tuberculose, Resistência aos fármacos, Tuberculose Multirresistente, Coinfecção TB/HIV.

Mais artigos como este

Márcia Perales lança livro sobre a democratização do ensino

A pesquisadora e escritora Márcia Perales Mendes Silva, diretora-presidente da Fundação de Amparo à...

Careiro inicia preparações visando a Conferência Municipal de Meio Ambiente

Tendo sido um dos municípios mais afetados pelos incêndios florestais e fumaça no verão...

Agendão Cultural está repleto de eventos nos espaços mantidos pelo Governo do Amazonas

O agendão cultural deste fim de semana (17 a 19/05) oferece uma programação repleta...