Conteúdo & Informação Mundo Pesquisa & Publicações

Ciência & Saúde | Cientistas criam exame de sangue que pode detectar Alzheimer

Manaus | 11 de Dezembro de 2018 (Terça-feira)


Pesquisadores de Brigham and Women’s Hospital, afiliado à Universidade de Havard, nos Estados Unidos estão estudando a possibilidade de desenvolver um exame de sangue que pode detectar o Alzheimer.

Atualmente o diagnóstico desta doença se dá por meio de exames de imagem cerebral e testes do liquido cefalorraquidiano (do cérebro), que detectam a presença da proteína tau em elevação.

Um dos autores da pesquisa e médico da Brigham and Women’s Hospital, Dominic Walsh, afirma que o procedimento facilitaria mais o paciente no diagnóstico, informando que “um exame de sangue poderia ser feito de forma rápida e sem precisar internar o paciente no hospital”.

O médico ainda diz que o novo teste pode ser “um macro transformador” pois possui um grande potencial, porém ainda deve passar por validação em mais pessoas.

O procedimento foi realizado com 151 pacientes e da seguinte maneira, a equipe desenvolveu os testes sanguíneos para detectar os fragmentos da proteína tau no sangue, os pacientes doaram plasma sanguíneo e fluído cerebral para os estudos.

No material, foram feitos cinco testes. Em um deles, chamado de NT1, houve sensibilidade diagnóstica para o mal de Alzheimer em dois pacientes, um na Universidade de Harvard e o outro na Universidade da Califórnia.

Os cientistas deverão acompanhar os pacientes para analisar os processos dos níveis de tau no sangue.

Os resultados dessa pesquisa foram divulgados na revista científica Azheimer’s & Dementia, e segundo o pesquisador, com o intuito de outras equipes também façam os testes, “É importante que os outros validem nossas descobertas para que possamos ter certeza de que esse teste funcionará em diferentes populações”.

Foto: iStock.

Redação por Portal Pontual.