sábado, maio 25, 2024
HomeSem categoriaPrefeito de Manaus Artur Neto conhecido como ''Kimono'', recebeu R$ 300 mil...

Prefeito de Manaus Artur Neto conhecido como ”Kimono”, recebeu R$ 300 mil de propina da Odebrecht, segundo delação premiada

Publicado em

Artigo Relacionado

RR: ALE vai gastar R$ 2,3 milhões com compra de combustível em posto de político investigado pela PF por desvio milionário

Roraima - Sob a gestão do presidente Soldado Sampaio (Republicanos), a Assembleia Legislativa de...

Artur Neto citado na Odebrecht

Prefeito Artur Neto foi denunciado pelo diretor de relações institucionais da empresa, Cláudio Melo Filho, em delação premiada entregue à Força-Tarefa da Operação Lava-Jato. Artur era conhecido como ”kimono”, e teria recebido R$ 300 mil em dinheiro para financiar sua campanha para o Senado no ano de 2010.

O prefeito Artur Neto era chamado de ”Kimono” uma alusão ao fato do prefeito ser faixa vermelha de jiu jitsu, uma modalidade lutas que incluir uso de roupa própria para os tatames.

dsc_5757

Fonte:Internet

Artur Neto também foi delatado em Março de 2015, na ocasião o Prefeito chegou a escrever uma carta pública endereçada ao juiz Sérgio Moro, dizendo que ”se sentia injustiçado pelas denúncias”. Na ocasião, Artur afirmou que teria recebido apenas R$ 80 mil reais e que se tratava de ”ajuda” para sua campanha.

A Isto é publicou com exclusividade as 23:47 a matéria com documentos exclusivos da delação.

Na delação, Cláudio afirma que a propina foi paga porque Artur Neto “certamente seria um parlamentar de expressão no Congresso Nacional”. Ainda na delação são citados, o Presidente Michel Temer, Senador Renan Calheiros, José Padilha, Deputado Rodrigo Maia e Romero Juca.

Veja na íntegra reportagem na Isto é

Últimos Artigos

Seminário de Segurança Inovadora discute esta semana a ordem pública a partir de experiências bem sucedidas no país

Especialistas em segurança pública de todo o Brasil serão palestrantes no II Seminário de...

Promotor investiga suposto desvio de merenda escolar na rede de ensino da Prefeitura de Manaus

O promotor do Ministério Público do Amazonas (MP-AM), Marcelo Pinto Ribeiro, da 55ª Promotoria...

Abertas inscrições para oficina de pintura para pessoas com deficiência visual e baixa visão

Em comemoração aos 15 anos da audiodescrição no Amazonas, o Governo do Estado, por...

Márcia Perales lança livro sobre a democratização do ensino

A pesquisadora e escritora Márcia Perales Mendes Silva, diretora-presidente da Fundação de Amparo à...

Eric Lima

Criador do Portal Pontual

Mestrado em Saúde, Sociedade e Endemias na área de concentração de Epidemiologia de Agravos e Prevalentes na Amazônia pelo instituto Leônidas e Maria Deane (ILMD/FIOCRUZ), Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e Universidade Federal do Pará (UFPA - 2013). Tem experiência em pesquisa na área de Epidemiologia, Saúde Coletiva com ênfase em Saúde Pública, Avaliação de Serviço em Saúde e Saúde Baseada em Evidências, desenvolvendo estudos nos temas: Tuberculose, Resistência aos fármacos, Tuberculose Multirresistente, Coinfecção TB/HIV.

Mais artigos como este

Seminário de Segurança Inovadora discute esta semana a ordem pública a partir de experiências bem sucedidas no país

Especialistas em segurança pública de todo o Brasil serão palestrantes no II Seminário de...

Promotor investiga suposto desvio de merenda escolar na rede de ensino da Prefeitura de Manaus

O promotor do Ministério Público do Amazonas (MP-AM), Marcelo Pinto Ribeiro, da 55ª Promotoria...

Abertas inscrições para oficina de pintura para pessoas com deficiência visual e baixa visão

Em comemoração aos 15 anos da audiodescrição no Amazonas, o Governo do Estado, por...