sábado, fevereiro 24, 2024
HomeSem categoriaVereador Roberval do Castanho responde processo por estupro desde 2011, porém caso...

Vereador Roberval do Castanho responde processo por estupro desde 2011, porém caso continua sem desfecho.

Publicado em

spot_img

Artigo Relacionado

RR: ALE vai gastar R$ 2,3 milhões com compra de combustível em posto de político investigado pela PF por desvio milionário

Roraima - Sob a gestão do presidente Soldado Sampaio (Republicanos), a Assembleia Legislativa de...

Amazonas |Careiro Castanho

No Careiro Castanho vereador de vários mandatos responde processo por abuso sexual a garota de 16 anos desde 2011. Porém, desde então, nada foi feito, o processo é a investigação parece ter caído no mar do esquecimento.

Segundo autos do processo n.0000001 – 62.2017.8.04.3700. o vereador foi acusado por uma adolescente de 16 anos da comunidade do Anveres por estupro. Segundo relato da vítima, a mesma sofreu abuso sexual em uma residência do acusado, e logo depois contou a familiares que acionaram o conselho tutelar do município e abriram denúncia na delegacia.

1-2

 

 

 

 

 

 

 

 

Desde de 2011, várias foram as tentativas do conselho tutelar e outros órgãos em dar solução ao caso, mas por influência política, processo parece não andar.

O vereador foi levado a delegacia e prestou depoimento na presença do seu advogado, porém, relatou se tratar de calúnia e perseguição política que sofre no município.

IMG-20170401-WA0010

 

 

 

 

 

 

 

O processo está parado, desde 2011 parece sofrer forças para cair no esquecimento.

Segundo relatos, a suposta vítima desencandeou problemas psicológicos após o episódio. No dia 29 de setembro de 2016 teve laudo assinado pelo Dr.a Roberta.

De acordo com processo, o suposto crime foi cometido na comunidade de Anveres, aonde se concentra forte reduto eleitoral do vereador Roberval. Segundo moradores, Roberval mantém controle sobre familiares dá vítima através de doações, a vítima teve que se mudar para Manaus por conta da perseguição.

Roberval continua novamente como vereador do município, sem responder quaisquer consequências ou explicações sobre a investigação. Processo criminal caminha para 7 anos, sem solução na comarca do município.

O caso do vereador é considerado mas um que entra na estatística de processos parados. É comum casos semelhantes no interior do Amazonas, porém, por vezes a influência política acaba sendo maior que a justiça das vítimas. Esse caso retrata uma realidade presente nos municípios, que outros políticos também responde processo por estupro e abuso sexual a menores.

Redação

 

Últimos Artigos

Google anuncia abertura de centro de engenharia no Brasil

O Google, o Governo de São Paulo e o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT),...

Ibama e UEA alinham acordo para desenvolvimento de projetos

Em reunião realizada no último dia 16 de fevereiro, a Universidade do Estado do...

Em Japurá no Amazonas, garimpo ilegal e lixão ameaçam o meio ambiente, afirma Joel Araújo

Na sua avaliação a alta renda per capta do município, advinda em grande parte...

Governo do Am apoia manutenção de equipamentos laboratoriais para continuidade nas pesquisas

O Governo do Amazonas, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado...

Eric Lima

Criador do Portal Pontual

Mestrado em Saúde, Sociedade e Endemias na área de concentração de Epidemiologia de Agravos e Prevalentes na Amazônia pelo instituto Leônidas e Maria Deane (ILMD/FIOCRUZ), Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e Universidade Federal do Pará (UFPA - 2013). Tem experiência em pesquisa na área de Epidemiologia, Saúde Coletiva com ênfase em Saúde Pública, Avaliação de Serviço em Saúde e Saúde Baseada em Evidências, desenvolvendo estudos nos temas: Tuberculose, Resistência aos fármacos, Tuberculose Multirresistente, Coinfecção TB/HIV.

Mais artigos como este

Google anuncia abertura de centro de engenharia no Brasil

O Google, o Governo de São Paulo e o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT),...

Ibama e UEA alinham acordo para desenvolvimento de projetos

Em reunião realizada no último dia 16 de fevereiro, a Universidade do Estado do...

Em Japurá no Amazonas, garimpo ilegal e lixão ameaçam o meio ambiente, afirma Joel Araújo

Na sua avaliação a alta renda per capta do município, advinda em grande parte...