domingo, março 3, 2024
HomeAmazonasArtigo Opinião | SEM FUNDEB NÃO TEM IDEB!, por Rodrigo Froés

Artigo Opinião | SEM FUNDEB NÃO TEM IDEB!, por Rodrigo Froés

Publicado em

spot_img

Artigo Relacionado

Artista parintinense concorre a prêmio nacional em exposição virtual

A artista visual parintinense Dayane Cruz foi uma das selecionadas para participar da exposição...

Amazonas | Sábado 09/09/17

Título: SEM FUNDEB NÃO TEM IDEB!
Autor: Rodrigo Barbosa Froés

O assunto da semana que tomou a Praça da Polícia na manhã do dia 5 de Setembro de 2017 e promete tomar a SEMED – Secretaria municipal de Educação no dia 12 do mesmo mês é a divisão das sobras do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Após o repasse para todos os professores da rede estadual – SEDUC feita pelo Governador Interino Deputado David Almeida a pressão sobre o Prefeito Artur Neto e a Secretária Kátia Schweickardt aumentou e o grito que se ouvia era “SEM FUNDEB SEM IDEB”, lembrando que Manaus é a capital que mais cresce neste indicador apresentando índices muito acima graças ao empenho de educadores em sala de aula que diversificam suas aulas mesmo sem muitas condições para isso.

WhatsApp Image 2017-09-09 at 12.55.03Esse tema nos leva a algumas reflexões, somos mais de 13 mil professores na rede municipal divididos em mais de 490 escolas e outras muitas funções administrativas, mas não se contabilizou 10% desse quantitativo lutando e reivindicando seus direitos no último dia 5. Se, porém, a empreitada for exitosa toda a massa será beneficiada. Os educadores, guerreiros no processo ensino –aprendizagem – pois é sabido que muitas escolas estão sofrendo com as altas temperaturas, a falta de manutenção nos aparelhos de ar-condicionados e bebedouros, escassez de pincel e material de apoio pedagógico – deviam também protagonizar heroísmo na luta por condições de trabalho. São sim guerreiros e precisam ser valorizados e reconhecidos por isso.
Vale salientar que nos últimos quatro anos na rede municipal os professores obtiveram significativa vitória com um reajuste de quase 40% nos seus salários enquanto no Estado os professores da SEDUC, no mesmo período, não tiveram nenhum reajuste, a categoria acumula perdas salariais de 25%, considerando a inflação dos últimos três anos.

Em 2017 a prefeitura de Manaus concedeu a progressão por titularidade a 1,500 mil professores e promete até o fim do ano conceder a progressão por tempo de serviço que beneficiará mais de 8 mil profissionais. Acredito que o Senhor Prefeito Artur Neto bem como a ilustre Secretária de educação Kátia Schweickardt serão sensíveis à questão pleiteada e de fato vão repassar aos professores o que é de fato e de direito de cada educador, nem que seja R$ 1,00 para cada um, mas que seja repassado igualmente, da creche ao nono ano, pois o “Fundeb é para todos!”

Portanto, meus caros leitores, escrevo esse texto para apontar que considero justa a luta da categoria por melhores salários e outros direitos trabalhistas, como ainda por uma educação de mais qualidade e abro esse espaço que temos no Portal Pontual para um debate que dá vez e voz às reivindicações dos mestres de nosso Estado .

Rodrigo Froés

Últimos Artigos

Artista parintinense concorre a prêmio nacional em exposição virtual

A artista visual parintinense Dayane Cruz foi uma das selecionadas para participar da exposição...

Egressa da UEA conquista residência no hospital Sírio- Libanês

A egressa do curso de Enfermagem da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Amanda...

Capoeiristas se reúnem para promover e definir o Plano de Salvaguarda de Capoeira no estado

A construção do plano de salvaguarda da capoeira no Amazonas é a proposta do...

Google anuncia abertura de centro de engenharia no Brasil

O Google, o Governo de São Paulo e o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT),...

Eric Lima

Criador do Portal Pontual

Mestrado em Saúde, Sociedade e Endemias na área de concentração de Epidemiologia de Agravos e Prevalentes na Amazônia pelo instituto Leônidas e Maria Deane (ILMD/FIOCRUZ), Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e Universidade Federal do Pará (UFPA - 2013). Tem experiência em pesquisa na área de Epidemiologia, Saúde Coletiva com ênfase em Saúde Pública, Avaliação de Serviço em Saúde e Saúde Baseada em Evidências, desenvolvendo estudos nos temas: Tuberculose, Resistência aos fármacos, Tuberculose Multirresistente, Coinfecção TB/HIV.

Mais artigos como este

Artista parintinense concorre a prêmio nacional em exposição virtual

A artista visual parintinense Dayane Cruz foi uma das selecionadas para participar da exposição...

Egressa da UEA conquista residência no hospital Sírio- Libanês

A egressa do curso de Enfermagem da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Amanda...

Capoeiristas se reúnem para promover e definir o Plano de Salvaguarda de Capoeira no estado

A construção do plano de salvaguarda da capoeira no Amazonas é a proposta do...