quinta-feira, julho 18, 2024
HomeSem categoriaCultura | Exposição “Filhas da Rua” conquista público na Galeria do Largo.

Cultura | Exposição “Filhas da Rua” conquista público na Galeria do Largo.

Publicado em

Artigo Relacionado

RR: ALE vai gastar R$ 2,3 milhões com compra de combustível em posto de político investigado pela PF por desvio milionário

Roraima - Sob a gestão do presidente Soldado Sampaio (Republicanos), a Assembleia Legislativa de...

Manaus |Terça-feira


O público que conferiu a estreia da exposição “Filhas da Rua”, na Galeria do Largo, aprovou a valorização da arte em graffiti e as mensagens de empoderamento feminino nas apresentações musicais que aconteceram no local. A mostra reúne pinturas em graffiti das artistas Hadna Abreu, Lori, Kina, Isy, Debora Erê, Mia, Liz e Nadja Kristhina, que destacam a figura feminina por meio da arte urbana. Até o momento, cerca de 250 pessoas já visitaram a exposição, que acontece até o dia 31 de janeiro, com visitação gratuita, de terça a domingo.

A jornalista Naritha Migueis administra um blog sobre pontos culturais da cidade e foi uma das primeiras visitantes da mostra. Ela considera a exposição como símbolo  de liberdade da arte de rua. “Sinto orgulho, a Galeria sempre foi um dos meus lugares preferidos de visitar. E ver, hoje, que ela abriga a arte de rua, com essa exposição linda, é um grito de liberdade e de vitória para os artistas”, afirma a jornalista. “Ver que Manaus está valorizando cada vez mais a arte urbana e o sucesso dos nossos artistas de rua é maravilhoso”.

Para Naritha, o ponto alto da exposição ficou por conta das mensagens de empoderamento feminino transmitidas através da produção das obras e das apresentações musicais do evento. “O mais interessante e legal é saber que quem  fez todas aquelas artes foram mulheres fortes, que lutaram contra o preconceito e que são empoderadas, que não ligam para o que a sociedade pensa”, comenta. “As mulheres grafiteiras estão mostrando que elas são, sim, artistas”.

Encantada – Uma das responsáveis pelas mensagens de empoderamento feminino cantadas em “Filhas da Rua” é Cida Ariporia, cantora, produtora cultural e professora do coletivo do hip hop para mulheres. Ela se apresentou e também ficou encantada com as pinturas em graffiti feitas pelas artistas e considerou a exposição um marco nas suas apresentações. “É uma grande realização para nós, mulheres. Podemos lutar pelos nossos ideais e eu acho que essa exposição quer mostrar exatamente isso”, diz Cida.

Victoria Galbraith, que visitou a Galeria do Largo no dia da estreia  de “Filhas da Rua”, considerou a exposição uma forma de liberdade artística de mulheres. “Foi superinteressante, pois ela mostra a força que a liberdade feminina vem tomando, uma forma de aproximação do público com a arte urbana”, ressalta a estudante de 14 anos.

A artista visual Hadna Abreu, que também fez pinturas em graffiti no local, reforça que é importante à transmissão de valores através da arte urbana. “A arte tem várias linguagens que todo dia muda, vem com o intuito de chamar a atenção da sociedade. É importante para que o artista use a pintura para transmitir ideias do meio urbano e valorize essa arte, que, muitas vezes, é marginalizada”, comenta Hadna. “Essa exposição é uma forma de trazer para perto das pessoas os detalhes do que é a arte de rua e o artista que trabalhou nela”.

Fonte: Secom

Redação Por Natália Dantas

Últimos Artigos

Projeto ‘Aqui Tem Jazz’ promove circuito gastronômico em Manaus durante período do Amazonas Green Jazz Festival

A organização do Amazonas Green Jazz Festival, edição 2024, estão com as inscrições abertas...

Com apoio do Governo do Amazonas, incubadora de empresas fortalece empreendedorismo de base tecnológica

No interior do Amazonas, especificamente no município de Itacoatiara (distante 176 quilômetros de Manaus),...

Casa das Artes: Exposições celebram a diversidade cultural e artística

Nesta sexta-feira (12/07), às 18h30, a Casa das Artes, localizada na rua José Clemente,...

Ibama e Funai renovam parceria de atuação das Brigadas Federais em Terras Indígenas

O Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), juntamente com...

Eric Lima

Criador do Portal Pontual

Mestrado em Saúde, Sociedade e Endemias na área de concentração de Epidemiologia de Agravos e Prevalentes na Amazônia pelo instituto Leônidas e Maria Deane (ILMD/FIOCRUZ), Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e Universidade Federal do Pará (UFPA - 2013). Tem experiência em pesquisa na área de Epidemiologia, Saúde Coletiva com ênfase em Saúde Pública, Avaliação de Serviço em Saúde e Saúde Baseada em Evidências, desenvolvendo estudos nos temas: Tuberculose, Resistência aos fármacos, Tuberculose Multirresistente, Coinfecção TB/HIV.

Mais artigos como este

Projeto ‘Aqui Tem Jazz’ promove circuito gastronômico em Manaus durante período do Amazonas Green Jazz Festival

A organização do Amazonas Green Jazz Festival, edição 2024, estão com as inscrições abertas...

Com apoio do Governo do Amazonas, incubadora de empresas fortalece empreendedorismo de base tecnológica

No interior do Amazonas, especificamente no município de Itacoatiara (distante 176 quilômetros de Manaus),...

Casa das Artes: Exposições celebram a diversidade cultural e artística

Nesta sexta-feira (12/07), às 18h30, a Casa das Artes, localizada na rua José Clemente,...