sábado, março 2, 2024
HomeSem categoriaCultura | Exposição “Filhas da Rua” conquista público na Galeria do Largo.

Cultura | Exposição “Filhas da Rua” conquista público na Galeria do Largo.

Publicado em

spot_img

Artigo Relacionado

RR: ALE vai gastar R$ 2,3 milhões com compra de combustível em posto de político investigado pela PF por desvio milionário

Roraima - Sob a gestão do presidente Soldado Sampaio (Republicanos), a Assembleia Legislativa de...

Manaus |Terça-feira


O público que conferiu a estreia da exposição “Filhas da Rua”, na Galeria do Largo, aprovou a valorização da arte em graffiti e as mensagens de empoderamento feminino nas apresentações musicais que aconteceram no local. A mostra reúne pinturas em graffiti das artistas Hadna Abreu, Lori, Kina, Isy, Debora Erê, Mia, Liz e Nadja Kristhina, que destacam a figura feminina por meio da arte urbana. Até o momento, cerca de 250 pessoas já visitaram a exposição, que acontece até o dia 31 de janeiro, com visitação gratuita, de terça a domingo.

A jornalista Naritha Migueis administra um blog sobre pontos culturais da cidade e foi uma das primeiras visitantes da mostra. Ela considera a exposição como símbolo  de liberdade da arte de rua. “Sinto orgulho, a Galeria sempre foi um dos meus lugares preferidos de visitar. E ver, hoje, que ela abriga a arte de rua, com essa exposição linda, é um grito de liberdade e de vitória para os artistas”, afirma a jornalista. “Ver que Manaus está valorizando cada vez mais a arte urbana e o sucesso dos nossos artistas de rua é maravilhoso”.

Para Naritha, o ponto alto da exposição ficou por conta das mensagens de empoderamento feminino transmitidas através da produção das obras e das apresentações musicais do evento. “O mais interessante e legal é saber que quem  fez todas aquelas artes foram mulheres fortes, que lutaram contra o preconceito e que são empoderadas, que não ligam para o que a sociedade pensa”, comenta. “As mulheres grafiteiras estão mostrando que elas são, sim, artistas”.

Encantada – Uma das responsáveis pelas mensagens de empoderamento feminino cantadas em “Filhas da Rua” é Cida Ariporia, cantora, produtora cultural e professora do coletivo do hip hop para mulheres. Ela se apresentou e também ficou encantada com as pinturas em graffiti feitas pelas artistas e considerou a exposição um marco nas suas apresentações. “É uma grande realização para nós, mulheres. Podemos lutar pelos nossos ideais e eu acho que essa exposição quer mostrar exatamente isso”, diz Cida.

Victoria Galbraith, que visitou a Galeria do Largo no dia da estreia  de “Filhas da Rua”, considerou a exposição uma forma de liberdade artística de mulheres. “Foi superinteressante, pois ela mostra a força que a liberdade feminina vem tomando, uma forma de aproximação do público com a arte urbana”, ressalta a estudante de 14 anos.

A artista visual Hadna Abreu, que também fez pinturas em graffiti no local, reforça que é importante à transmissão de valores através da arte urbana. “A arte tem várias linguagens que todo dia muda, vem com o intuito de chamar a atenção da sociedade. É importante para que o artista use a pintura para transmitir ideias do meio urbano e valorize essa arte, que, muitas vezes, é marginalizada”, comenta Hadna. “Essa exposição é uma forma de trazer para perto das pessoas os detalhes do que é a arte de rua e o artista que trabalhou nela”.

Fonte: Secom

Redação Por Natália Dantas

Últimos Artigos

Artista parintinense concorre a prêmio nacional em exposição virtual

A artista visual parintinense Dayane Cruz foi uma das selecionadas para participar da exposição...

Egressa da UEA conquista residência no hospital Sírio- Libanês

A egressa do curso de Enfermagem da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Amanda...

Capoeiristas se reúnem para promover e definir o Plano de Salvaguarda de Capoeira no estado

A construção do plano de salvaguarda da capoeira no Amazonas é a proposta do...

Google anuncia abertura de centro de engenharia no Brasil

O Google, o Governo de São Paulo e o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT),...

Eric Lima

Criador do Portal Pontual

Mestrado em Saúde, Sociedade e Endemias na área de concentração de Epidemiologia de Agravos e Prevalentes na Amazônia pelo instituto Leônidas e Maria Deane (ILMD/FIOCRUZ), Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e Universidade Federal do Pará (UFPA - 2013). Tem experiência em pesquisa na área de Epidemiologia, Saúde Coletiva com ênfase em Saúde Pública, Avaliação de Serviço em Saúde e Saúde Baseada em Evidências, desenvolvendo estudos nos temas: Tuberculose, Resistência aos fármacos, Tuberculose Multirresistente, Coinfecção TB/HIV.

Mais artigos como este

Artista parintinense concorre a prêmio nacional em exposição virtual

A artista visual parintinense Dayane Cruz foi uma das selecionadas para participar da exposição...

Egressa da UEA conquista residência no hospital Sírio- Libanês

A egressa do curso de Enfermagem da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Amanda...

Capoeiristas se reúnem para promover e definir o Plano de Salvaguarda de Capoeira no estado

A construção do plano de salvaguarda da capoeira no Amazonas é a proposta do...