domingo, março 3, 2024
HomeSem categoriaEconomia | Governo do Amazonas destina R$ 125 milhões para o fomento...

Economia | Governo do Amazonas destina R$ 125 milhões para o fomento do empreendedorismo em 2018.

Publicado em

spot_img

Artigo Relacionado

RR: ALE vai gastar R$ 2,3 milhões com compra de combustível em posto de político investigado pela PF por desvio milionário

Roraima - Sob a gestão do presidente Soldado Sampaio (Republicanos), a Assembleia Legislativa de...

Manaus | Terça-feira


O Governo do Amazonas destinará R$ 125 milhões em 2018, à sua política de estímulo ao empreendedorismo. O valor, do orçamento da Agência de Fomento do Estado do Amazonas S.A. (Afeam) no novo ano, é R$ 35 milhões maior que o da Instituição em 2017 – de R$ 90 milhões. Além do apoio aos empreendedores dos mais variados portes em Manaus, a Agência investirá especialmente na economia do interior do Estado, com maior foco no agricultor e nas cadeias de produtos regionais.

Do valor total para o próximo ano, explica o presidente da Afeam, Alex Del Giglio, R$ 100 milhões são do Fundo de Apoio às Micro e Pequenas Empresas e ao Desenvolvimento Social do Amazonas (FMPES). Os outros R$ 25 milhões de recursos próprios. “Vamos continuar nosso trabalho na capital e o atendimento itinerante no interior por calha de rio, apoiando fortemente o homem do interior, a produção rural”, destaca Del Giglio.

Em novembro, em encontro técnico do FMPES, a Afeam e parceiros, como o Sebrae e o sistema Sepror, definiram que a prioridade em 2018 será o setor primário, com fomento a cadeias produtivas com maior potencial, abrangendo todo o interior do Estado, por sub-região. Dos R$ 40 milhões inicialmente definidos ao agronegócio, R$ 20 milhões serão para o apoio às cadeias produtivas.

Potencialidades regionais

Na sub-região do Alto Solimões, prioridade para as cadeias produtivas da castanha, fruticultura e manejo de pirarucu; na sub-região do triângulo Jutaí/Solimões/Juruá, esforços direcionados à mandioca, manejo do pirarucu, pesca e castanha; no Purus, foco na castanha, pecuário de corte e de leite e fruticultura; no Juruá, fomento à fruticultura, mandioca e pecuária; na sub-região do Madeira, atenção à castanha, pecuária de leite e de corte, piscicultura e fruticultura.

No Alto Rio Negro, maiores esforços junto aos produtores que desenvolvem as culturas da mandioca, castanha, fibras e cipós; na sub-região do Rio Negro/Solimões, investimentos voltados à fruticultura, castanha, piscicultura, hortifrutigranjeiros, hidroponia, bubalinocultura e pecuária de corte e de leite. E por fim, na sub-região do Médio Amazonas, maior apoio à pecuária de corte e de leite e avicultura, fruticultura, culturas industriais (guaraná e cacau) e piscicultura.

Vale destacar que a Afeam manterá o atendimento diferenciado a distritos rurais e um maior apoio à feiras e exposições agropecuárias. Nesse último caso, estão sendo destinados R$ 5 milhões, que poderão financiar, por exemplo, a aquisição de animais, máquinas e implementos agrícolas. O financiamento direto ao produtor rural terá aporte de R$ 15 milhões no próximo ano.

Do comércio à inovação

Além do microcrédito, que disponibiliza até R$ 15 mil por empreendedor, a Afeam oferece ainda linhas de financiamento para empresas de maior porte. São os casos das linhas MixXe Middle. Pelo convênio firmado com a Finep nesse ano, Instituição ligada ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, a Afeam também poderá financiar empresas de inovação em 2018.

Fonte: Secom

Redação Por Natália Dantas

Últimos Artigos

Artista parintinense concorre a prêmio nacional em exposição virtual

A artista visual parintinense Dayane Cruz foi uma das selecionadas para participar da exposição...

Egressa da UEA conquista residência no hospital Sírio- Libanês

A egressa do curso de Enfermagem da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Amanda...

Capoeiristas se reúnem para promover e definir o Plano de Salvaguarda de Capoeira no estado

A construção do plano de salvaguarda da capoeira no Amazonas é a proposta do...

Google anuncia abertura de centro de engenharia no Brasil

O Google, o Governo de São Paulo e o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT),...

Eric Lima

Criador do Portal Pontual

Mestrado em Saúde, Sociedade e Endemias na área de concentração de Epidemiologia de Agravos e Prevalentes na Amazônia pelo instituto Leônidas e Maria Deane (ILMD/FIOCRUZ), Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e Universidade Federal do Pará (UFPA - 2013). Tem experiência em pesquisa na área de Epidemiologia, Saúde Coletiva com ênfase em Saúde Pública, Avaliação de Serviço em Saúde e Saúde Baseada em Evidências, desenvolvendo estudos nos temas: Tuberculose, Resistência aos fármacos, Tuberculose Multirresistente, Coinfecção TB/HIV.

Mais artigos como este

Artista parintinense concorre a prêmio nacional em exposição virtual

A artista visual parintinense Dayane Cruz foi uma das selecionadas para participar da exposição...

Egressa da UEA conquista residência no hospital Sírio- Libanês

A egressa do curso de Enfermagem da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Amanda...

Capoeiristas se reúnem para promover e definir o Plano de Salvaguarda de Capoeira no estado

A construção do plano de salvaguarda da capoeira no Amazonas é a proposta do...