sábado, fevereiro 24, 2024
HomeMundoPolitica | Deputados da ALE-AM custaram R$ 9,7 milhões aos contribuintes em...

Politica | Deputados da ALE-AM custaram R$ 9,7 milhões aos contribuintes em 2017.

Publicado em

spot_img

Artigo Relacionado

Manauara Shopping é palco do Manauara Connection, evento de moda, arte e cultura

Na última semana, nos dias 21 e 22/09, aconteceu o Manauara Connection: Moda, Arte...

Manaus | Sexta-feira


No ano em que a Polícia Federal indiciou cinco ex-secretários estaduais e um ex-governador por suposta participação em esquema de desvio de verbas da Saúde, a  Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM), órgão responsável pela fiscalização dos recursos públicos,  custou ao bolso do contribuinte R$ 232,6 milhões. A manutenção de cada uma das 24 vagas de deputado representa despesa de R$ 9,7 milhões ao ano.

Cabe à ALE-AM, além da  tarefa de elaborar e aprovar leis, a de fiscalizar todos os atos do Poder Executivo e entidades da administração direta e indireta, incluindo as autarquias, fundações e empresas públicas.

Ao todo, foram realizadas 126 sessões durante o ano de 2017. Dividindo o valor gasto pela casa pelo número de reuniões plenárias, percebe-se que cada um desses encontros, que deveriam cuidar prioritariamente das  demandas da sociedade, tem um custo de R$ 1,8 milhão. Maio foi o mês mais movimentado, com 15 sessões. Em julho, houve apenas seis encontros.

O recesso parlamentar estava previsto para o dia 20 deste mês, mas por conta do impasse na aprovação da Lei Orçamentária Anual (LOA) aconteceram sessões nos dias 21 e 26, para que finalmente houvesse a aprovação do projeto por 23 votos e uma abstenção. A LOA prevê R$ 15,4 bilhões para o governo do Estado, no ano que vem.

Durante a última votação na ALE-AM, o que se observou foi um racha, que ocorreu após a eleição suplementar para governo do Amazonas. O plenário acabou dividido, com uma oposição com mais deputados.

Redação Por Natália Dantas

Últimos Artigos

Google anuncia abertura de centro de engenharia no Brasil

O Google, o Governo de São Paulo e o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT),...

Ibama e UEA alinham acordo para desenvolvimento de projetos

Em reunião realizada no último dia 16 de fevereiro, a Universidade do Estado do...

Em Japurá no Amazonas, garimpo ilegal e lixão ameaçam o meio ambiente, afirma Joel Araújo

Na sua avaliação a alta renda per capta do município, advinda em grande parte...

Governo do Am apoia manutenção de equipamentos laboratoriais para continuidade nas pesquisas

O Governo do Amazonas, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado...

Eric Lima

Criador do Portal Pontual

Mestrado em Saúde, Sociedade e Endemias na área de concentração de Epidemiologia de Agravos e Prevalentes na Amazônia pelo instituto Leônidas e Maria Deane (ILMD/FIOCRUZ), Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e Universidade Federal do Pará (UFPA - 2013). Tem experiência em pesquisa na área de Epidemiologia, Saúde Coletiva com ênfase em Saúde Pública, Avaliação de Serviço em Saúde e Saúde Baseada em Evidências, desenvolvendo estudos nos temas: Tuberculose, Resistência aos fármacos, Tuberculose Multirresistente, Coinfecção TB/HIV.

Mais artigos como este

Google anuncia abertura de centro de engenharia no Brasil

O Google, o Governo de São Paulo e o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT),...

Ibama e UEA alinham acordo para desenvolvimento de projetos

Em reunião realizada no último dia 16 de fevereiro, a Universidade do Estado do...

Em Japurá no Amazonas, garimpo ilegal e lixão ameaçam o meio ambiente, afirma Joel Araújo

Na sua avaliação a alta renda per capta do município, advinda em grande parte...