quarta-feira, maio 22, 2024
HomeAmazonasPessoas com deficiência visual terão acessibilidade aos projetos cultuais fomentados com verba...

Pessoas com deficiência visual terão acessibilidade aos projetos cultuais fomentados com verba pública

Publicado em

Artigo Relacionado

Márcia Perales lança livro sobre a democratização do ensino

A pesquisadora e escritora Márcia Perales Mendes Silva, diretora-presidente da Fundação de Amparo à...

Está em tramitação na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), o Projeto de Lei nº 3292022, que dispõe sobre a garantia de acessibilidade das pessoas com deficiência visual aos projetos culturais patrocinados ou fomentados com verba pública estadual. A matéria é de autoria da deputada Mayara Pinheiro (Republicanos).

Para efeitos da Lei, entende-se como medidas de acessibilidade, conforme o caso, as previstas no Estatuto da Pessoa com Deficiência (Lei Federal nº 13.146, de 6 de julho de 2015), entre elas a audiodescrição e a publicação em braile. O Projeto de Lei determina, ainda, que todas as obras de fotografia, pintura, escultura, design, desenho, caricatura e artes plásticas deverão ser dotadas de audiodescrição no local da exposição, o qual deverá dispor de algum dispositivo tecnológico que permita o acesso a essa ferramenta.

Todas as obras de cinema, vídeo, séries de TV e congêneres devem conter opção de áudio na forma de audiodescrição. As peças de teatro, dança e circo devem oferecer um audiodescritor e estrutura tecnológica que permita o acesso a essa tecnologia.

Para projetos que tenham duração de até uma semana, a audiodescrição deve ser oferecida em pelo menos uma apresentação. Já em projetos que se estendam por prazo superior, deverá ser oferecida a audiodescrição em pelo menos uma apresentação por semana. Todas as obras literárias e publicações impressas deverão ter, no mínimo, 1% de sua tiragem em braile, sendo no mínimo um exemplar.

Mayara Pinheiro afirmou, em sua justificativa, que a segregação das pessoas com deficiência é fato histórico que ainda permeia a sociedade contemporânea, contudo, buscando meio viáveis de adentrar a esfera de acessibilidade eficaz, o Estado pode e deve legislar acerca dessa integração e, é por meio deste projeto que buscamos garantir o direito de acessibilidade.

“No ano de 2022 o Estado do Amazonas proporcionou um grande exemplo de acessibilidade no Festival Folclórico de Parintins, o qual contou com serviços de audiodescrição e tradução em libras, entretanto, objetivamos por meio desta propositura que tal acesso tenha força de lei, e que seja garantido a todos, sempre. Os futuros projetos que possam envolver a fotografia, pintura, escultura, design, desenho, caricatura, artes plásticas, peças de teatro, dança, circo e demais que insiram a arte cultural e popular do nosso Estado precisam sobrepor também a acessibilidade como forma de prospectar a ampliação da meta de alcance da sua arte”, ressaltou.

A matéria está tramitando pelas comissões especiais da Aleam e será votada pelos deputados.

 

 

Por Augusto Costa/O Poder

Foto: Divulgação

Últimos Artigos

Márcia Perales lança livro sobre a democratização do ensino

A pesquisadora e escritora Márcia Perales Mendes Silva, diretora-presidente da Fundação de Amparo à...

Careiro inicia preparações visando a Conferência Municipal de Meio Ambiente

Tendo sido um dos municípios mais afetados pelos incêndios florestais e fumaça no verão...

Agendão Cultural está repleto de eventos nos espaços mantidos pelo Governo do Amazonas

O agendão cultural deste fim de semana (17 a 19/05) oferece uma programação repleta...

Teatro da Instalação recebe estreia de nova temporada do espetáculo ‘Helena’, do Ateliê 23

No domingo (19/05), às 19h, o Ateliê 23 apresenta a nova temporada do espetáculo...

Eric Lima

Criador do Portal Pontual

Mestrado em Saúde, Sociedade e Endemias na área de concentração de Epidemiologia de Agravos e Prevalentes na Amazônia pelo instituto Leônidas e Maria Deane (ILMD/FIOCRUZ), Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e Universidade Federal do Pará (UFPA - 2013). Tem experiência em pesquisa na área de Epidemiologia, Saúde Coletiva com ênfase em Saúde Pública, Avaliação de Serviço em Saúde e Saúde Baseada em Evidências, desenvolvendo estudos nos temas: Tuberculose, Resistência aos fármacos, Tuberculose Multirresistente, Coinfecção TB/HIV.

Mais artigos como este

Márcia Perales lança livro sobre a democratização do ensino

A pesquisadora e escritora Márcia Perales Mendes Silva, diretora-presidente da Fundação de Amparo à...

Careiro inicia preparações visando a Conferência Municipal de Meio Ambiente

Tendo sido um dos municípios mais afetados pelos incêndios florestais e fumaça no verão...

Agendão Cultural está repleto de eventos nos espaços mantidos pelo Governo do Amazonas

O agendão cultural deste fim de semana (17 a 19/05) oferece uma programação repleta...