terça-feira, abril 23, 2024
HomeBrasilSuspeito sacou arma e “atirou à queima-roupa”, diz amigo de Leandro Lo

Suspeito sacou arma e “atirou à queima-roupa”, diz amigo de Leandro Lo

Publicado em

Artigo Relacionado

Ibama institui plano de atuação para emergência nuclear

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) aprovou, no...

Um amigo do campeão de jiu-jítsu Leandro Lo falou sobre o momento em que o atleta foi baleado na cabeça, no domingo (7/8), durante uma briga no Clube Sírio, em São Paulo. O policial militar Henrique Otávio Oliveira Velozo é apontado como autor do crime. Ele está preso.

“Quando todo mundo achou que tinha acabado a confusão, ele [o PM] deu quatro passos para trás e voltou. Tirou uma arma da cintura e atirou à queima-roupa na cabeça”, relatou o amigo.

Um vídeo chocante mostra o desespero de pessoas que tentavam abrir caminho para que as equipes de resgate do Corpo de Bombeiros conseguissem transportar o lutador, que estava imobilizado em uma maca. Uma mulher chegou a perder o equilíbrio ao tentar ajudar.

 

Em entrevista à GloboNews, o amigo, que preferiu manter o nome em sigilo, ainda lamentou a morte do lutador. “Um dos melhores amigos que eu tinha. Campeão dentro e fora do tatame”, disse.

A briga

Segundo disse o advogado da família de Lo, Ivan Siqueira Junior, o lutador teve uma discussão com o PM. Para acalmar a situação, o atleta imobilizou o homem que, após se afastar, sacou uma arma e atirou uma vez na cabeça do lutador.

Uma testemunha, que não quis ser identificada, disse que o autor do disparo estava sozinho e provocou Lo e cinco amigos.

“Ele chegou, pegou uma garrafa de bebida da nossa mesa. O Lo apenas o imobilizou para acalmar. Ele deu quatro ou cinco passos e atirou”, disse.

O atleta foi socorrido e levado ao Hospital Municipal Arthur Saboya, no Jabaquara, na Zona Sul de São Paulo, mas não resistiu.

Henrique Otávio Oliveira Velozo sacou a arma e atirou na cabeça do lutador Leandro Pereira do Nascimento Lo

 

O PM também é lutador de jiu-jítsu

 

Velório

O corpo de Lenado Lo será velado e sepultado nesta segunda-feira (8/8), no Cemitério do Morumby.

Nesse domingo (7/8), a Polícia Civil de São Paulo prendeu o policial Henrique Otávio Oliveira Velozo após a Justiça determinar a sua prisão temporária por 30 dias.

O PM era procurado após fugir da cena do crime, segundo testemunhas. Na tarde de domingo, ele se apresentou à Corregedoria da PM.

Quem era Leandro Lo

Leandro Lo conquistou o Campeonato Mundial de jiu-jítsu oito vezes, por cinco categorias diferentes, além de outros oito títulos no Pan-Americano e Campeonato Brasileiro. Ele estava em meio à preparação para outro campeonato que disputaria na próxima sexta-feira (12/8), em Austin, Texas, nos Estados Unidos.

Lo nasceu no dia 11 de maio de 1989, na Zona Oeste da capital e iniciou em seu esporte preferido com 14 anos, sob a tutela do professor Cicero Costha, no Projeto Social Lutando pelo Bem. Foi ali que alcançou a sua faixa preta, mas já competia antes mesmo da especialização.

Ele teve 268 vitórias e apenas 39 derrotas, sendo somente 10 delas por finalização. Na Copa Pódio, manteve uma invencibilidade por dois anos, entre 2011 e 2013. Recentemente, o lutador postou em suas redes sociais celebrando o aniversário de sua primeira conquista mundial, em 2012, após conquistar mais uma vez o topo do planeta neste ano.

“O primeiro [título] é a sensação de conseguir ser campeão mundial, esse foi eu ainda consigo ser campeão mundial, as duas melhores sensações da minha vida. Obrigado todos que estão sempre comigo na alegria na tristeza!”, postou Lo.

Fonte: Metrópoles

Foto: Reprodução

Redação por Bernardo Andrade

Últimos Artigos

Inpa realiza campanha focada na prevenção da Síndrome de Burnout

O Programa de Qualidade de Vida do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTI)...

Ibama realiza ações educativas em escolas municipais

A equipe de Educação Ambiental do Ibama Amazonas realizou, na semana passada, ações educativas...

Hemoam recebe visita de equipe do Ministério da Saúde

A Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (Hemoam) recebeu ontem, quinta-feira (18),...

Projeto Biblioteca Comunitária é realizado em Itacoatiara

Com o objetivo de levar cultura e aprendizado para a comunidade, o Centro de...

Eric Lima

Criador do Portal Pontual

Mestrado em Saúde, Sociedade e Endemias na área de concentração de Epidemiologia de Agravos e Prevalentes na Amazônia pelo instituto Leônidas e Maria Deane (ILMD/FIOCRUZ), Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e Universidade Federal do Pará (UFPA - 2013). Tem experiência em pesquisa na área de Epidemiologia, Saúde Coletiva com ênfase em Saúde Pública, Avaliação de Serviço em Saúde e Saúde Baseada em Evidências, desenvolvendo estudos nos temas: Tuberculose, Resistência aos fármacos, Tuberculose Multirresistente, Coinfecção TB/HIV.

Mais artigos como este

Inpa realiza campanha focada na prevenção da Síndrome de Burnout

O Programa de Qualidade de Vida do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTI)...

Ibama realiza ações educativas em escolas municipais

A equipe de Educação Ambiental do Ibama Amazonas realizou, na semana passada, ações educativas...

Hemoam recebe visita de equipe do Ministério da Saúde

A Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (Hemoam) recebeu ontem, quinta-feira (18),...