quinta-feira, julho 18, 2024
HomeBrasilInvasão: oito investigados por financiamento doaram para campanha de Bolsonaro

Invasão: oito investigados por financiamento doaram para campanha de Bolsonaro

Publicado em

Artigo Relacionado

Ibama e Funai renovam parceria de atuação das Brigadas Federais em Terras Indígenas

O Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), juntamente com...

Pelo menos oito investigados apontados como financiadores da Invasão aos Três Poderes fizeram pequenas doações para a campanha de reeleição de Bolsonaro. Um levantamento realizado pelo jornal O Globo com base na listagem apresentada pela AGU à Justiça aponta que os valores são baixos e variam entre R$ 1 e R$ 22 (em alusão ao número na urna do agora ex-presidente).

Aparecida Solange Zanini, de Três Lagoas (MS), doou R$ 1. Ela nega envolvimento com os atos e financiamento. Carlos Eduardo Oliveira, de São Pedro (SP), contribuiu com o mesmo valor. O PM de São Paulo é suspeito de fretar um ônibus que teria levado bolsonaristas até Brasília. Genival Jose da Silva, de Ribeirão Preto (SP), também doou R$ 1. Procurado pelo jornal, ele afirmou que “todos dividiram o valor da viagem e seu nome foi colocado porque foi ele o organizador”.

Também contribuíram com a quantia de R$ 1 João Carlos Baldan, de São José do Rio Preto, Jean Franco de Souza, de Mirassol (SP) e Rafael da Silva, de Catalão (GO), acusado de fretar ônibus para os atos golpistas. Baldan é empresário e postou nas redes no dia da invasão que a “boiada (estava) chegando” em Brasília. Ele é acusado de fretar um ônibus que saiu de São José do Rio Preto no dia 6 de janeiro com destino a Brasília.

A empresária Claudia Reis de Andrade, de Juiz de Fora (MG), doou R$ 5. Já Pedro Luis Kurunczi, de Londrina (PR), doou R$ 22. Entre 2011 e 2012, ele foi preso e condenado a dois anos de reclusão em regime aberto por crime contra a ordem tributária.

 

 

Com informações de O Antagonista

Foto: Reprodução

Últimos Artigos

Ambientalistas saem em defesa do Igarapé do Goiabinha em Manaus.

O ato ocorreu neste dia 10 de julho por ocasião da 7a. Reunião da...

Projeto ‘Aqui Tem Jazz’ promove circuito gastronômico em Manaus durante período do Amazonas Green Jazz Festival

A organização do Amazonas Green Jazz Festival, edição 2024, estão com as inscrições abertas...

Com apoio do Governo do Amazonas, incubadora de empresas fortalece empreendedorismo de base tecnológica

No interior do Amazonas, especificamente no município de Itacoatiara (distante 176 quilômetros de Manaus),...

Casa das Artes: Exposições celebram a diversidade cultural e artística

Nesta sexta-feira (12/07), às 18h30, a Casa das Artes, localizada na rua José Clemente,...

Eric Lima

Criador do Portal Pontual

Mestrado em Saúde, Sociedade e Endemias na área de concentração de Epidemiologia de Agravos e Prevalentes na Amazônia pelo instituto Leônidas e Maria Deane (ILMD/FIOCRUZ), Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e Universidade Federal do Pará (UFPA - 2013). Tem experiência em pesquisa na área de Epidemiologia, Saúde Coletiva com ênfase em Saúde Pública, Avaliação de Serviço em Saúde e Saúde Baseada em Evidências, desenvolvendo estudos nos temas: Tuberculose, Resistência aos fármacos, Tuberculose Multirresistente, Coinfecção TB/HIV.

Mais artigos como este

Ambientalistas saem em defesa do Igarapé do Goiabinha em Manaus.

O ato ocorreu neste dia 10 de julho por ocasião da 7a. Reunião da...

Projeto ‘Aqui Tem Jazz’ promove circuito gastronômico em Manaus durante período do Amazonas Green Jazz Festival

A organização do Amazonas Green Jazz Festival, edição 2024, estão com as inscrições abertas...

Com apoio do Governo do Amazonas, incubadora de empresas fortalece empreendedorismo de base tecnológica

No interior do Amazonas, especificamente no município de Itacoatiara (distante 176 quilômetros de Manaus),...