Policial & Dia a Dia

Crueldade | Mãe tira a vida das próprias filhas justificando que elas “atrapalhavam sua vida sexual”

Manaus | 2 de Agosto de 2019 (Sexta-feira)


Uma jovem identificada como Louise Porton, de 23 anos, foi condenada a 32 anos de prisão, por ter matado as suas duas filhas, uma de 3 anos e a outra de 1 ano e meio, na cidade de Birmingham, na Inglaterra.

O julgamento durou cerca de cinco semanas até a mãe fosse considerada culpada.

De acordo com informações, a causa das mortes das crianças ainda não foram confirmadas, mas segundo a autópsia, algo interrompeu a respiração de ambas. Ainda segundo informações, enquanto as filhas estavam sofrendo no hospital para vierem, ela adicionou 41 amigos novos em um aplicativo de namoro.

A mãe teria feito o uso de um aplicativo voltado para paqueras um dia depois da morte das filhas, e a maior possibilidade do crime teria sido que as crianças prejudicavam Louise de ter relações sexuais.

Durante o julgamento o pai das meninas questionou o motivo de tanta crueldade, “Como Louise foi pôde fazer algo tão terrível às minhas duas lindas filhas?”, perguntou Chris Draper.

Foto: Reprodução/ Polícia local.

Fonte: IG.

Redação por Ana Flávia Oliveira.

Eric Barbosa

Eric Barbosa

Mestrado em Saúde Sociedade e Endemias na Amazônia na área de concentração de Epidemiologia de Agravos e Prevalentes na Amazônia pelo Instituto Leônidas e Maria Deane (ILMD/FIOCRUZ), Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e Universidade Federal do Pará (UFPA) (2013). Tem experiência em pesquisa na área de Epidemiologia, Saúde Coletiva com ênfase em Saúde Pública, Avaliação de Serviço em Saúde e Saúde Baseada em Evidências, desenvolvendo estudos nos temas: Tuberculose, Resistência aos fármacos, Tuberculose Multirresistente, Coinfecção TB/HIV.

Entre em contato

Para nós do Portal Pontual, sua opinião vale muito!

Publicidade